Sexta-feira, 13 de Dezembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Fair

Esporte Michel Platini elogia atitude de Blatter e não revela se vai concorrer à presidência da Fifa na nova eleição

Francês (E) está rompido politicamente com suíço (D). (Foto: Fabrice Coffrini/AFP)

O ex-craque francês e atual presidente da UEFA, Michel Platini aprovou a decisão do suíço Joseph Blatter de renunciar ao cargo de dirigente máximo da Fifa nesta terça (2). O pronunciamento foi feito pelo ex-jogador da Juventus de Turim e seleção francesa, entre outros times, na sede da entidade.

“Essa foi uma difícil decisão, uma corajosa decisão e uma correta decisão”, disse Platini.

Devido aos escândalos de corrupção que se abateram sobre a Fifa, Platini chegou a pedir para que Blatter renunciasse ao seu mandato e ameaçou um boicote das seleções europeias caso isso não acontecesse.

Prováveis candidatos

Apontado como um dos candidatos a substituir Blatter na Fifa, Platini não se pronunciou até o momento sobre uma possível candidatura. Já o príncipe da Jordânia, Ali Bin Al-Hussein, que perdeu o pleito para o suíço na semana passada, afirmou que se candidatará novamente. Quem também acenou que deseja presidir a Fifa é o ex-jogador da França David Ginola. O português Figo, que retirou sua candidatura perto da última eleição, ainda não se manifestou. Até a próxima votação, que deve acontecer apenas em 2016, Blatter seguirá no cargo.

Leia sobre a renúncia de Blatter no link abaixo:

http://www.osul.com.br/blatter-renuncia-a-presidencia-da-fifa/

Voltar Todas de Esporte

Compartilhe esta notícia:

Marcelo Oliveira é demitido do Cruzeiro
Vanderlei Luxemburgo é o substituto de Marcelo Oliveira no Cruzeiro
Deixe seu comentário
Pode te interessar