Últimas Notícias > Notícias > Brasil > Coordenador da Rede de Segurança do Paciente desaparece no Rio de Janeiro

O Flamengo decidiu vender apenas para os seus sócios os ingressos da semifinal da Libertadores contra o Grêmio no Rio de Janeiro

Rubro-negro carioca e Tricolor gaúcho voltam a se enfrentar nesta quarta-feira no Maracanã. (Foto: Divulgação/CRF)

A direção do Flamengo desistiu do plano de vender para o público em geral ingressos para o jogo de volta contra o Grêmio pela semifinal da Copa Libertadores da América. Marcado para a próxima quarta-feira no Rio de Janeiro, o duelo vale uma vaga na decisão do campeonato continental, contra River Plate ou Boca Junior, ambos da Argentina.

De acordo com o jornal “O Globo”, ficou decidido que os bilhetes bloqueados pelo clube e os que retornarem ao sistema por erro na compra ficarão disponíveis apenas aos seus sócios-torcedores. Já na sexta-feira, o site do Flamengo habilitou a aquisição de tickets em diversos setores do estádio Maracanã, esgotados em poucos minutos por diversos portadores da carteirinha do rubronegro carioca.

Os ingressos reativados fazem parte do lote que o clube inicialmente pretendia colocar à venda para qualquer consumidor. No começo da semana, a previsão era disponibilizar uma quantidade de 3 mil a 4 mil ingressos para este grupo, por meio da internet, atendendo assim a uma solicitação da própria PM (Polícia Militar).

Segundo informações extraoficiais, o objetivo da corporação com essa medida era evitar um “clima de invasão” ao Maracanã. Aliás, desde o final da semana passada essa pauta tem sido alvo de uma série de reuniões com cartolas e autoridades para discutir aspectos da segurança relativos ao evento.

Liminar

A 2ª Vara do Juizado Especial Central do TJ-MS (Tribunal de Justiça do Estado do Mato Grosso do Sul) concedeu uma liminar a um integrante do plano de sócio-torcedor do Flamengo, obrigando que o clube venda um ingresso, em qualquer setor do estádio, para o jogo com o Grêmio.

Ele é um dos vários portadores da carteirinha que ingressaram com processos individuais contra o clube da Gávea, devido a problemas na aqusição de bilhete para a semifinal da Libertadores.

A maioria dos autores questionou a hierarquia na prioridade na venda dos bilhetes, diante da oferta de pacotes para o Campeonato Brasileiro que, caso adquiridos, garantiam a maior prioridade para sócios-torcedores, incluindo os detentores de modalidades mais baratas de planos.

Os associados que não compraram este pacote e que não dispõem de prioridade máxima recorreram aos tribunais, principalmente o do Rio de Janeiro, para garantir as entradas. Este caso foi o primeiro com desfecho favorável a um torcedor, já que os do Estado tiveram, até agora, liminares indeferidas.

Ficou determinado ainda pela Justiça do Mato Grosso do Sul que o Flamengo seria intimado com urgência para o cumprimento da liminar. Na sexta-feira, o TJ-MS reforçou a intimação ao rubronegro para que a liminar fosse cumprida. Uma audiência de conciliação foi marcada para o dia 29 de novembro.

(Marcello Campos)