Últimas Notícias > Colunistas > Seguro-desemprego

Recuo que desgasta governo e deputados da base

Governador Eduardo Leite recua após café da manhã com deputados. (Foto: Itamar Aguiar/Palacio Piratini)

A pressa com que o governo quis adotar uma medida que antecipasse receitas neste momento difícil produziu um desgaste previsível com a maioria dos deputados que habitualmente apoiam as iniciativas do Executivo. Ao anunciar o fim do parcelamento para quitação do IPVA sem dialogar com os deputados da sua base, o ruído foi inevitável. Embora a medida não necessite de aval do Legislativo, faltou esse diálogo com os deputados, dado o impacto negativo da medida. O desfecho foi o pior possível: o governador foi obrigado a recuar da medida, arcar com o desgaste público e ainda lhe restou um saldo negativo na relação com deputados da base, que se sentiram desprestigiados no episódio.

Eduardo Leite considera a situação “dramática”

Sem uma perspectiva concreta de obter receitas que lhe permitam pagar as folhas de novembro, dezembro e do 13° salario dos servidores, a definição que o governador Eduardo Leite utilizou ontem no café da manhã, que precisou promover às pressas, para conter as criticas dos deputados à proposta de retirar o parcelamento do IPVA foi esta: a situação é “dramática”. Ele promete rediscutir o tema do parcelamento e das alíquotas do IPVA no próximo ano em conjunto com os deputados.

Projeto torna parcelamento do IPVA permanente

O deputado estadual Giuseppe Riesgo (NOVO) havia iniciado a coleta de assinaturas para apoio a um projeto de lei tornando obrigatório o parcelamento do IPVA. Mas encerrou a coleta após verificar que o deputado Luiz Marenco (PDT) foi mais rápido e já havia protocolado iniciativa com o mesmo objetivo.

Lixo hospitalar: uma bomba apontada para a sociedade

Se o tratamento do lixo domiciliar já representa um problema para a maioria dos municípios, o lixo hospitalar potencializa ainda mais este problema. O deputado federal Carlos Gomes (Republicanos-RS), que preside no Congresso Nacional, a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Cadeia Produtiva da Reciclagem coordenou um encontro ontem em Brasília para debater o tema na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. A conclusão, segundo o deputado avalia, “será incentivar a reciclagem da parcela desse material que é reutilizável ou reaproveitável e dispor de locais ambientalmente adequados para receber os rejeitos, especialmente, os resíduos com potencial infectante e tóxico”.

Bibo Nunes considera “uma honra” ser expulso do PSL

Prestes a ser expulso do PSL, o deputado federal gaúcho Bibo Nunes não se mostra preocupado com o desfecho previsível do processo instaurado pela comissão de ética do partido. Bibo considera “uma honra” ser expulso do partido. A expulsão não lhe tira o mandato, ao contrário do cancelamento da filiação, que produziria este efeito.

Entidades médicas agora criticam presença de cubanos

Depois de silenciarem nos governos Lula e Dilma quanto à presença de médicos cubanos atuando no País sem validação dos diplomas, entidades como a Associação Médica Brasileira e Conselho Federal de Medicina agora despertaram e se posicionam contra a permissão para que cerca de 1.700 cubanos que ficaram no Brasil possam atuar no programa antigo por até dois anos, como prevê o relatório da Medida Provisória que cria uma nova versão do Mais Médicos.