Terça-feira, 10 de Dezembro de 2019

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Fair

Geral “Tesouro místico” é encontrado nos destroços do vulcão que deixou a cidade de Pompeia em ruínas

(Foto: Reprodução/ EPA)

Dos destroços do vulcão que deixou a cidade de Pompeia em ruínas em 79 d.C, arqueólogos encontraram um baú repleto de “objetos preciosos”, que acreditam ter pertencido a feiteiras do passado. Entre os itens, estavam cristais, pedras de âmbar e ametistas, botões feitos de ossos, amuletos, bonecos, esculturas de punhos e pênis em miniatura, espelhos, um mini crânio e uma conta de vidro com a figura de Dionísio, deus romano do vinho e da fertilidade, gravada.

No local onde foi realizada a escavação, também foram encontrados dez corpos, de mulheres e crianças. As informações são da agência de notícias italiana Ansa, que entrou em contato com Massimo Osanna, diretor do parque arqueólogo, que afirmou que os objetos possivelmente eram utilizados em rituais, assim como para fins de ornamentação. Osanna ainda explicou que, como nenhum dos artefatos eram de ouro, eles dificilmente pertenciam a dona da propriedade, mas sim às servas ou escravas.

“Se fosse de uma jovem rica, haveriam joias no baú, principalmente porque na parede de uma das salas foi encontrado um retrato da proprietária da residência usando um par de brincos brilhantes e refinados”, demonstrou o diretor.

Voltar Todas de Geral

Compartilhe esta notícia:

Câmara escolhe presidente da comissão que analisará mudanças na aposentadoria de militares
Projeto que proíbe fogos de artifícios com barulho é aprovado na CCJ do RS
Deixe seu comentário
Pode te interessar