Últimas Notícias > Atividades Empresariais > Jogo entre Inter e Ceará tem desconto na reserva antecipada no Edifício-Garagem do Beira-Rio

Um iceberg gigante se aproximou de um vilarejo na Groenlândia, preocupando os seus moradores. Eles temem o risco de um tsunami

Região é ponto de passagem para esse tipo de estrutura. (Foto: Reprodução)

A aproximação de um iceberg do tamanho de uma montanha está assustando os moradores de um pequeno vilarejo na na Costa-Oeste da Groenlândia. O temor é de que pedaços do bloco gigante de gelo se partam, gerando tsunamis que provoquem inundações e danos ao povoado.

Em caráter preventivo, a área litorânea – considerada de risco por especialistas – foi evacuada e os seus moradores transferidos para regiões mais altas. A informação é de um grupo de representantes da polícia local.

“A imensa estrutura de gelo representa uma ameaça que tem tirado o sono dos donos e habitantes de casas construídas sobre uma elevação rochosa no vilarejo de Innaarsuit, que no momento permanece retida”, relatou a mídia do arquipélago.

Além das residências, a comunidade local teme pelas condições das lojas e de uma estação de energia instalada em uma elevação rochosa no vilarejo, perto de onde o bloco de gelo permanece estacionado nas últimas horas. Outro elemento vital para a sobrevivência dos groenlandeses está franzindo as suas testas: as embarcações.

“Tememos que o iceberg possa se romper e causar uma inundação na aldeia”, disse Lina Davidsen, chefe de segurança da polícia da Groenlândia, em entrevista à agência de notícias dinamarquesa Ritzau.

“Nós podemos sentir a preocupação entre os moradores”, complementaou Susanna Eliassen, integrante do conselho de Innaarsuit, que abriga menos de 200 habitantes no Noroeste da Groenlândia. “Nós estamos acostumados com grandes icebergs, mas ainda não havíamos visto proporções enormes como esta.”

O governo e os serviços de emergência também estão em alerta e já transferiram um helicóptero de resgate para Innaarsuit. No verão passado, ao menos quatro pessoas morreram arrastadas por grandes ondas em outro assentamento do Noroeste da ilha, denominado Nuugaatsiaq, depois que um terremoto provocou um tsunami. Outros 11 habitantes ficaram feridas.

Na verdade, uma pequena parte do bloco de gelo já chegou a se romper, ainda que não tenha causado maiores estragos. Chuvas fortes são esperadas na região para este sábado: caso isso se confirme, tornam-se maiores as possibilidades de que a estrutura se parta.

Já os mais otimistas trabalham com a expectativa de que os ventos fortes na região desloquem o iceberg de sua posição estática das últimas horas e o levem para longe da aldeia.

Geografia

Região autônoma da Dinamarca, a Groenlândia está situada naquela que é considerada a maior ilha do mundo. Mas ilhas vizinhas na costa nordeste da América do Norte também fazem parte de seu território.

Ao norte, a Groenlândia é banhada pelo oceano Glacial Ártico, a leste pelo mar da Groenlândia, a oeste pela baía de Baffine e a leste e sul pelo Oceano Atlântico.

Essa região é um dos pontos de passagem dos blocos de gelo que se desprendem do Círculo Polar Ártico durante o verão. Deslizamentos de terra e tsunamis no Ártico são resultados naturais na região, onde blocos de gelo se expandem, partem, deslocam-se e derretem.

Na medida em que a região se aquece em consequência das mudanças climáticas, entretanto, outros icebergs podem ser lançados à deriva no oceano.

Deixe seu comentário: