Domingo, 20 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Fair

Rio Grande do Sul 30% dos casos confirmados de coronavírus no Rio Grande do Sul são de trabalhadores de frigoríficos

Compartilhe esta notícia:

Os dados foram apresentados pelo Ministério Público do Trabalho

Foto: Agência Brasil
Os dados foram apresentados pelo Ministério Público do Trabalho. (Foto: Agência Brasil)

Do total de casos confirmados de Covid-19 no Rio Grande do Sul, 30% são de trabalhadores do setor frigorífico. Ao todo, foram contaminados até o momento cerca de 2,4 mil empregados de 24 unidades frigoríficas localizadas em 18 municípios do Estado.

Os dados foram apresentados pelo Ministério Público do Trabalho em uma live promovida pelo senador Paulo Paim (PT-RS) em parceria com entidades sindicais.

A procuradora Priscila Dibi Schvarcz apresentou dados que apontam que os 28 primeiros municípios do Estado com maior número de incidência da Covid-19 são sedes de frigoríficos ou cedem trabalhadores a essas empresas. Segundo a procuradora, entre os principais fatores que auxiliam a propagação do vírus estão a grande quantidade de trabalhadores em um mesmo setor, o transporte dos empregados e a falta ou pouca renovação de ar.

A representante do Ministério Público do Trabalho afirmou ainda que a instituição já realizou testagem em massa de trabalhadores com o objetivo de mapear o setor e reduzir a subnotificação. Como sugestões, a procuradora reforçou a necessidade de as empresas implementarem rotinas de testagem periódica, de rastreamento e de triagem dos trabalhadores sintomáticos para que o número de casos de Covid-19 seja reduzido. Além disso, enfatizou a importância de incluir no sistema de notificação da doença um campo que informe o local de trabalho daqueles que foram contaminados.

“É inadmissível que esse sistema de notificação de casos de Covid-19 não abra espaço para identificação do local de trabalho das pessoas que estão sendo comunicadas por meio desse sistema, porque é um dado epidemiológico muito relevante. Não há como fazer epidemiologia sem saber onde esta pessoa passa a maior parte do seu dia, que é no ambiente de trabalho”, disse.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Polícia encontra medalha com suástica nazista em Canoas
Leiteria 639 realiza ação social para beneficiar o Imama-RS
Deixe seu comentário
Pode te interessar