Quinta-feira, 09 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
11°
Fair

Ciência SpaceX expande operações para lançamento de foguete para Marte

Compartilhe esta notícia:

Foguete Falcon Heavy da SpaceX decola do Centro Espacial Kennedy, na Flórida. (Foto: Reprodução)

A SpaceX está ampliando instalações no Estado norte-americano da Flórida para abrir espaço para o lançamento de um gigantesco foguete da companhia, chamado de Starship, segundo esboço dos planos visto pela Reuters.

O Starship, um foguete reutilizável de 117 metros de altura e dois estágios, é mais alto que a Estátua da Liberdade e é a peça central das ambições da SpaceX de fornecer viagens interplanetárias, bem como do objetivo da agência espacial norte-americana, Nasa, de enviar humanos à Lua em 2024.

O foguete deve ser lançado até 24 vezes por ano segundo o esboço dos planos. A SpaceX não especifica quando pretende alcançar tal ritmo, mas o bilionário Elon Musk, seu controlador, afirmou em setembro de 2018 que queria que a empresa estivesse conduzindo viagens orbitais com o Starship em dois a três anos.

“Eles estão trabalhando muito rápido”, disse Dale Ketcham, vice-presidente de relações de governo da Space Florida, a agência de desenvolvimento espacial com fins comerciais do Estado. “Isto está realmente ficando mais perto do motivo pelo qual Elon entrou neste negócio. Isto é a infraestrutura fundamental para se chegar a Marte, os primeiros estágios para isso.”

Separadamente, a Boeing está desenvolvendo o colossal Sistema de Lançamento Espacial da Nasa para ancorar o programa Artemis da agência, de viagens para Marte a partir da Lua. Porém, a empresa está anos atrás do cronograma.

Esta semana, a Nasa anunciou que planeja trabalhar com a SpaceX para desenvolver um método para pouso de foguetes na Lua e para uma estação de reabastecimento que possa ser usada em explorações espaciais mais profundas.

“Reabastecimento orbital é vital para o futuro da humanidade no espaço”, escreveu Musk no Twitter.

Volta do foguete

Um foguete Falcon 9 voltou para a Terra após o lançamento de uma cápsula Dragon, da SpaceX, rumo à Estação Espacial Internacional (ISS), no dia 25 de julho. Musk publicou um vídeo em seu Twitter no dia 28 que mostrou o retorno da espaçonave em vários ângulos diferentes, e foi possível vê-la criando uma onda de choque dupla ao quebrar a barreira do som. Os estampidos podem ser ouvidos aos 01:06 do vídeo, poucos segundos antes do foguete acionar os motores de pouso.

A cápsula lançada pelo Falcon 9 entregou mais de 2 mil kg de equipamentos e suprimentos à ISS e ficará ligada à estação espacial por aproximadamente 30 dias. Os foguetes Falcon 9 são reutilizáveis, e esta foi a segunda missão bem-sucedida do foguete em questão.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Ciência

O trabalhador planeja usar os 500 reais do FGTS para pagar dívidas e boletos
O governo quer leiloar as frequências da telefonia de quinta geração, o chamado 5G, mas as empresas do setor resistem porque acreditam colocar em risco de extinção a TV por assinatura
Deixe seu comentário
Pode te interessar