Terça-feira, 24 de Novembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Fair

Magazine A escola Águia de Ouro é a campeã do carnaval de São Paulo pela primeira vez

Compartilhe esta notícia:

Escola mostrou evolução do conhecimento humano, da Idade da Pedra à esperança nos robôs

Foto: Reprodução de TV
Escola mostrou evolução do conhecimento humano, da Idade da Pedra à esperança nos robôs. (Foto: Reprodução de TV)

A Águia de Ouro é a grande campeã do carnaval 2020 de São Paulo. Este é o primeiro título da escola no Grupo Especial do carnaval paulista. Pérola Negra e X-9 Paulistana foram rebaixadas.

A apuração das notas aconteceu na tarde desta terça-feira (25), diretamente do Anhembi.  A escola levou o troféu com enredo sobre a evolução do conhecimento humano, da Idade da Pedra à esperança nos robôs. “Eu não sei o que tô sentido, eu tô muito feliz. A comunidade da Pompeia está há 43 anos atrás desse título”, disse o mestre Juca, da Águia de Ouro.

De acordo com o mestre Juca, que representa o presidente da escola, o diferencial que levou a escola à vitória foi a união da agremiação. “A união da comunidade. A gente veio do grupo de acesso em 2019, ficamos em sexto lugar no Grupo Especial e provamos que a gente era grande.”

O desfile

A escola mostrou os lados bom e ruim do uso da sabedoria – desde a invenção da roda até tragédias como a bomba atômica. O terceiro carro lembrou o bombardeio de Hiroshima, no final. 120 pessoas fizeram uma encenação sobre a devastação. Algumas delas eram parte da comunidade japonesa de SP.

A presença do carro no desfile causou polêmica nas redes sociais. Representantes da comunidade japonesa disseram que o carro suscitava lembranças ruins e tristes.

Em nota da escola, antes da apuração, a escola disse que a intenção foi uma “manifestação respeitosa” que “não pode ser confundida com qualquer tipo de insulto, difamação e principalmente desonrar uma triste lembrança do sofrimento de um povo irmão”.

O carro sobre a bomba impressionou, mas o desfile terminou com tom otimista, imaginando um futuro sustentável com a tecnologia usada para o bem.

O nome do enredo foi “O Poder do Saber – Se saber é poder… Quem sabe faz a hora, não espera acontecer”. Foi tudo contado em ordem cronológica, inclusive os momentos em que o homem usou a sabedoria para o mal. Foi a estreia do carnavalesco Sydnei França na Águia de Ouro. Ele já fez 11 desfiles pela Mocidade Alegre, foi carnavalesco da Vila Maria e também da Gaviões da Fiel.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Magazine

Coronavírus: Governo da Itália confirma jogos com portões fechados
Após pergunta, Isis Valverde vira piada no carnaval: “A Mangueira já entrou?”
Deixe seu comentário
Pode te interessar