Sábado, 06 de Junho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
15°
Cloudy

CAD1 Após EUA, Londres também proíbe notebooks e tablets em voos

Compartilhe esta notícia:

Seis países são alvos da restrição: Turquia, Líbano, Jordânia, Egito, Tunísia e Arábia Saudita. (Foto: Reprodução)

O governo britânico proibiu o transporte de computadores portáteis e tablets para os passageiros aéreos procedentes de cinco países árabes e da Turquia por medo de que os aparelhos escondam uma bomba. A decisão foi anunciada nesta terça-feira (21) após a restrição imposta pelos Estados Unidos para evitar ataques terroristas.

Sob as novas medidas de segurança, os passageiros que voarem ao Reino Unido a partir de Turquia, Líbano, Jordânia, Egito, Tunísia e Arábia Saudita não poderão levar na cabine “telefones, computadores e tablets maiores que um celular de tamanho normal”, mas poderão despachá-los com sua bagagem.

EUA

Já as nove companhias aéreas que voam diretamente de oito países no Oriente Médio e África para os Estados Unidos devem evitar que os passageiros transportem quase todos os tipos de dispositivos eletrônicos na cabine, de acordo com novas restrições, segundo a CNN.

A proibição, por tempo indefinido, afetará mais de 50 voos de 10 aeroportos em países principalmente muçulmanos, incluindo grandes centros como Dubai e Istambul, ainda de acordo com relatos de altos funcionários do governo para a CNN.

Os 10 aeroportos internacionais atingidos pela proibição dos Estados Unidos: Cairo (Egito), Dubai e Abu Dhabi (Emirados Árabes Unidos), Istambul (Turquia); Doha (Qatar), Amã (Jordânia), Cidade de Kuwait; Casablanca (Marrocos) e Jeddah e Riyadh (Arábia Saudita).

O governo notificou as companhias aéreas afetadas às 3 da manhã desta terça (21), e as empresas têm 96 horas para colocar as modificações em prática.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de CAD1

Justiça pede arquivamento de caso de estupro de crianças por soldados franceses
Afeganistão pede que Trump envie mais reforços militares ao país
Deixe seu comentário
Pode te interessar