Terça-feira, 27 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Light Rain

Mundo Após tragédia, primeiro-ministro do Líbano anuncia que vai propor eleições antecipadas

Compartilhe esta notícia:

Hassan Diab disse que apenas "eleições antecipadas podem permitir a saída da crise estrutural"

Foto: Reprodução de TV
Hassan Diab renunciou após a grande explosão no porto de Beirute. (Foto: Reprodução de TV)

O primeiro-ministro do Líbano, Hassan Diab, anunciou, neste sábado (08), que irá propor eleições parlamentares no país, abalado pela grande explosão no porto de Beirute. A população culpa a classe política pela tragédia, que ocorreu na terça-feira (04) e deixou mais de 150 mortos e 6 mil feridos. As causas estão sendo investigadas.

Em discurso televisionado, o governante avaliou que apenas “eleições antecipadas podem permitir a saída da crise estrutural”, acrescentando que está disposto a permanecer no poder “por dois meses”, enquanto as forças políticas trabalham nesse sentido e, durante esse período, liderar o processo de antecipação do pleito.

“Convido as partes a chegarem a um acordo sobre o próximo passo. Proporei na segunda-feira a convocação de eleições antecipadas”, disse Diab. “Estamos em estado de emergência quanto ao destino e ao futuro do país”, ressaltou.

O anúncio ocorreu depois de um dia de muitos protestos nas ruas de Beirute. De acordo com o governo libanês, a primeira hipótese para a explosão é o armazenamento, sem as devidas medidas de segurança, de nitrato de amônio no porto da capital.

A tragédia pode provocar uma crise alimentar no Líbano, país que importa 85% do que consome e já enfrentava dificuldades econômicas. Parte do trigo estocado em Beirute foi destruído, e a população teme a falta de pão.

tags: líbano

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Detonações controladas são realizadas em barragem na Serra Gaúcha
João Doria é condenado a pagar R$ 600 mil por uso de slogan de campanha quando era prefeito de São Paulo
Deixe seu comentário
Pode te interessar