Terça-feira, 14 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
Fair

Rio Grande do Sul As ações do governo gaúcho para combate à pandemia foram detalhadas em um seminário on-line entre Brasil e Uruguai

Compartilhe esta notícia:

Iniciativa foi organizada por entidades médicas e autoridades de saúde. (Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini)

O governador Eduardo Leie participou, nesta terça-feira (2), do “1° Webinar Internacional Sobre a Covid-19″, seminário on-line destinado ao compartilhamento de iniciativas oficiais de Brasil e Uruguai no combate à pandemia de coronavírus. Organizado pela AMB (Associação Médica Brasileira), o evento teve dentre os seus destaques as estratégias e ações no Rio Grande do Sul, que possui mais de mil quilômetros de fronteira com o país vizinho.

“Felizmente, temos uma experiência mais confortável em relação a outros Estados, com uma das menores taxas de casos e óbitos proporcionalmente à população”, frisou Leite. “Desenvolvemos aqui um modelo chamado de ‘Distanciamento Controlado’, estratégia mista que busca equilibrar a prioridade à vida com a necessidade de retomada econômica. Isso nos ajuda a tomar decisões a partir de números e agir na proporção, local e momento necessários.”

O governador aproveitou a participação de representantes de entidades médicas no seminário para agradecer pelo conhecimento e colaboração disponibilizados para a construção do Distanciamento Controlado e demais ações de enfrentamento à Covid-19 em território gaúcho.

No que se refere à cooperação entre as equipes de saúde gaúchas e uruguaias, ele enalteceu a elaboração conjunta de protocolos a serem adotados nos municípios da fronteira – Santana do Livramento e Rivera, Aceguá e Aceguá, Quaraí e Artigas, Chuí e Chuy, Barra do Quaraí e Bella Unión, Jaguarão e Rio Branco.

“Temos uma relação próxima e antiga com os vizinhos uruguaios e este trabalho de cooperação é muito importante para contermos o vírus e somarmos as forças para combatê-lo”, acrescentou.

Atuaram em parceria com a AMB no evento a Amrigs (Associação Médica do Rio Grande do Sul), o Cremers (Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio Grande do Sul) e o Ministério da Saúde Pública do Uruguai.

Uruguai

Como representante do governo de Montevidéu no seminário on-line, o ministro uruguaio da Saúde, Daniel Salinas, parabenizou o governo do Rio Grande do Sul pelo trabalho realizado e relatou aspectos sobre como o seu país vem agindo no combate ao coronavírus.

O Uruguai tem se destacado pelo sucesso nessa empreitada, tendo sido apontado como um dos 49 países que estão vencendo a pandemia, de acordo com um ranking disponível no site EndCoronavirus.org, elaborado e mantido pelo New England Complex Systems Institute e seus colaboradores.

“Não é porque parece tudo bem que podemos relaxar”, ressalvou Salinas. “Precisamos persistir nas ações e considerar as cidades binacionais como uma unidade sanitária é muito importante. Toda a cooperação deve estar a serviço das nossas populações que, afinal, são uma só, os humanos, os ‘hermanos’ [“irmãos”, em espanhol].”

Em seguida, a secretária de Gestão do Ministério da Saúde brasileiro, Mayra Pinheiro, falou sobre as estratégias adotadas no País para conter a pandemia. Por fim, os participantes responderam a questões de profissionais da saúde inscritos no evento e discutiram questões envolve as ações binacionais.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Senado aprova congelamento de preços de remédios e de planos de saúde
A rede de ensino do Rio Grande do Sul anuncia a implantação das aulas remotas
Deixe seu comentário
Pode te interessar