Terça-feira, 22 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
18°
Fair

Economia Bolsonaro sanciona lei que aumenta o limite do saque imediato do FGTS

Compartilhe esta notícia:

Para quem tem saldo superior a R$ 998, o limite de saque por conta do FGTS continua sendo de R$ 500

Foto: Agência Brasil
(Foto: Agência Brasil)

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou nesta quinta-feira (12) a MP (Medida Provisória) que fixa as novas regras do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). Com a sanção, a medida virou lei.

A principal mudança trazida pelo texto é o aumento do limite do saque imediato do FGTS de R$ 500 para R$ 998, valor correspondente ao salário mínimo. O novo teto só vale para quem tiver saldo de até esse valor nas contas vinculadas ao fundo.

Com a sanção, os trabalhadores que se enquadram na regra do salário mínimo e já sacaram os R$ 500 poderão sacar os R$ 498 restantes. A medida deve beneficiar 10,1 milhões de trabalhadores.

Já para aqueles com saldo superior a R$ 998, o limite de saque por conta continua sendo de R$ 500.

Saque-aniversário

O saque-aniversário entrará em vigor apenas em 2020. Neste caso, o trabalhador poderá retirar parte do FGTS todos os anos, no mês do seu aniversário.

Hoje, o saldo total do FGTS pode ser sacado apenas em algumas situações, como, por exemplo, compra da casa própria, aposentadoria e demissão sem justa-causa.

tags: caixafgts

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Economia

Fiergs diz ser importante a redução dos juros para a continuação da retomada da atividade econômica
Gilson Machado Guimarães Neto (Presidente da EMBRATUR) está entre os painelistas do Fórum A Força do Turismo na Economia Gaúcha
Deixe seu comentário
Pode te interessar