Sábado, 26 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Partly Cloudy

Colunistas Cecchini, candidato a vice-prefeito na chapa de José Fortunati, não tem filiação partidária.

Compartilhe esta notícia:

Cecchini foi anunciado candidato a vice-prefeito ao lado de Fortunati.

Foto: Divulgação/PTB

O neurocirurgião, professor e ex-diretor do Hospital Conceição, André Cecchini, do Patriota, anunciado como candidato a vice-prefeito da chapa liderada por José Fortunati, do PTB, não está filiado ao partido. Uma certidão emitida pela Justiça eleitoral, demonstra que o candidato a vice de Fortunati não teria condiçoes legais de disputar o cargo.
A filiação partidária é uma das condições de elegibilidade, conforme dispõe o inciso V do parágrafo 3º do artigo 14 da Constituição Federal. Além disso, nos termos do artigo 16 da Lei dos Partidos Políticos (Lei n° 9.096/1995), só pode se filiar a partido o eleitor que estiver em pleno gozo de seus direitos políticos.
De acordo com o artigo 9º da Lei das Eleições (Lei nº 9. 504/1997), para disputar um pleito, o candidato deve estar com a filiação partidária aprovada pela agremiação política pelo menos seis meses antes da eleição.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

Demitido por usar avião da FAB, ex-secretário da Casa Civil é nomeado assessor do Ministério do Meio Ambiente
Rio Grande do Sul registra 3.561 novos casos de coronavírus e 42 óbitos em 24 horas
Deixe seu comentário
Pode te interessar