Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Cloudy

Agro Companhia Nacional de Abastecimento investe mais de R$ 7,5 milhões na agricultura familiar gaúcha

Compartilhe esta notícia:

A Conab comprou mais de 2,3 mil toneladas de alimentos produzidos por agricultores familiares de 89 municípios gaúchos

Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil
A Conab comprou mais de 2,3 mil toneladas de alimentos produzidos por agricultores familiares de 89 municípios gaúchos. (Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil)

Ao longo de 2020, mais de R$ 7,5 milhões foram investidos na agricultura familiar gaúcha pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento). Apenas para a execução do Programa de Aquisição de Alimentos, na modalidade Compra com Doação Simultânea (PAA-CDS), o orçamento ficou próximo de R$ 6,6 milhões, o que possibilitou o atendimento de 949 pequenos produtores no Rio Grande do Sul.

Com os recursos, a companhia comprou mais de 2,3 mil toneladas de alimentos produzidos por agricultores familiares de 89 municípios gaúchos, a partir de projetos apresentados por 37 cooperativas e associações da agricultura familiar e aprovados pela Conab.

Os agricultores entregaram arroz, feijão, batata, aipim, ovos, leite, pães, biscoitos, massas, peixes, sucos, doces de frutas, mel, frutas e hortaliças, sendo a maior parte da produção orgânica. Executado pela Conab com recursos do Ministério da Cidadania, o PAA-CDS apoia a comercialização da produção da agricultura familiar e doa os alimentos para pessoas em vulnerabilidade nutricional. No Rio Grande do Sul, cerca de 220 mil pessoas atendidas pela rede socioassistencial receberam reforço alimentar em 33 municípios.

Além da modalidade Compra com Doação Simultânea, a Conab também aplicou R$ 951 mil na aquisição de sementes de arroz, milho crioulo, feijão e cebola, conforme projetos apresentados à estatal por cooperativas e associações da agricultura familiar.

Ainda no atendimento a pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional, a Conab montou e apoiou a distribuição de cestas de alimentos a famílias indígenas e quilombolas afetadas pelas medidas de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. A ação foi realizada em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, a Funai (Fundação Nacional do Índio) e a Fundação Cultural Palmares.

No RS, a companhia montou 26.694 cestas de alimentos, distribuídas para 12.668 indígenas e quilombolas do Estado, além de 742 entregues para quilombolas de Santa Catarina. O total de alimentos adquiridos foi de 587.268 quilos, e o investimento chegou a R$ 1,8 milhão. As cestas foram entregues em mais de 80 municípios gaúchos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Agro

Programa Cuidar + RS busca pacientes para tratamento de doenças respiratórias crônicas
Inflação para o consumidor aumenta em Porto Alegre
Deixe seu comentário
Pode te interessar