Segunda-feira, 21 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Fair

Esporte Grêmio vence o Atlético-PR nos pênaltis por 4 a 3 e avança na Copa do Brasil

Compartilhe esta notícia:

Marcelo Grohe defendeu três pênaltis. (Foto: Murilo Carvalho/Agência Freelancer)

O sofrimento foi bem maior do que o esperado, o Grêmio perdeu para o Atlético-PR por 1 a 0 dentro da Arena, mas levou a melhor nas cobranças de pênaltis ao vencer por 4 a 3 e avançou às quartas de final da Copa do Brasil na noite desta quarta-feira (21). Se faltou brilho no jogo de estreia de Renato Portaluppi como técnico tricolor, sobrou drama.

O Grêmio começou melhor a partida e controlando as ações. Aos 4 minutos, Henrique Almeida perdeu um gol incrível, depois de passar pelo goleiro atleticano e concluir para fora.

O preço foi alto, já que André Lima anotou para o Furacão aos 28min, desmanchando a vantagem gremista conquistada na vitória por 1 a 0, em Curitiba.

O time sentiu a pressão, a torcida perdeu a paciência e o jogo foi ganhando contornos dramáticos. O Grêmio pressionou em busca do empate, mas não teve capacidade de superar a marcação paranaense, nem o ótimo goleiro Weverton. Com isso, a decisão foi para os pênaltis.

Show de erros

Raras vezes se viu tanta incompetência dos batedores. Foram necessárias nove rodadas de batidas para que houvesse uma equipe vencedora, sendo que Marcelo Grohe foi peça vital, com três defesas salvadoras.

Maicon, Edílson, Marcelo Oliveira e Guilherme acertaram as batidas para o time do Grêmio, enquanto Thiago Heleno, Marcos Guilherme e Hernani tiveram êxito pelo lado do Atlético-PR.

Com isso, o Grêmio está garantido nas quartas de final e espera por sorteio desta sexta-feira (23) para conhecer o seu adversário na sequência da competição.

Henrique Almeida

Ao ser substituído no jogo, o atacante Henrique Almeida, muito vaiado pelos torcedores, fez gestos obscenos para os gremistas. O jogador deu entrevista depois da partida e se desculpou. “Queria pedir desculpas pela minha atitude. É de coração. Sou um ser humano, erro como qualquer pessoa. Eu errei, nada justifica o que eu fiz. Venho aqui pedir desculpas para o torcedor do Grêmio”, afirmou.

Grêmio – 0 (4): Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon, Douglas e Luan; Henrique Almeida (Guilherme) e Pedro Rocha (Batista). Técnico: Renato Portaluppi.

Atlético-PR – 1 (3): Weverton; Otávio, Luan (Juninho), Paulo André e Hernani; Ivaldo, Léo, Heleno e Pablo (Pablo); Nicolas e André Lima (Marcos). Técnico: Paulo Autuori.

Local: Arena do Grêmio. Arbitragem: Vinicius Furlan, com Danilo Manis e Gustavo de Oliveira (trio de São Paulo). Cartão amarelo: Henrique Almeida (GRE). Gol: André Lima (28min/1°T). Converteram pênaltis: Maicon, Edílson, Marcelo Oliveira e Guilherme (GRE); Thiago Heleno, Marcos Guilherme e Hernani (ATL). Público: 13.909. Renda: R$ 339.795,00.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Barco C’est la vie é hexacampeão do Circuito Conesul
Renato testa Ramiro na lateral para partida contra a Chapecoense
Deixe seu comentário
Pode te interessar