Domingo, 25 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Mostly Cloudy

Bem-Estar Coronavírus sobrevive na pele cinco vezes mais que a gripe, diz estudo

Compartilhe esta notícia:

O estudo apoia as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) de se lavar regularmente as mãos para limitar a transmissão do vírus

Foto: Reprodução
O Brasil é o segundo país com mais mortes em decorrência do novo coronavírus, atrás apenas dos Estados Unidos. (Foto: Reprodução)

O coronavírus permanece ativo na pele humana por nove horas, cinco vezes mais do que o vírus da gripe, de acordo com um grupo de pesquisadores japoneses, uma descoberta que demonstra a necessidade de se lavar as mãos com frequência para combater a pandemia da Covid-19.

Em comparação, o patógeno que causa a gripe sobrevive na pele humana por aproximadamente 1,8 hora, conforme o estudo publicado este mês na revista Clinical Infectious Diseases.

“A sobrevivência de nove horas do SARS-CoV-2 [o vírus que causa a Covid-19] na pele humana pode aumentar o risco de transmissão por contato em comparação com o IAV [vírus da gripe A], acelerando, assim, a pandemia”, relata o estudo.

A equipe de pesquisa examinou a pele obtida em necropsias, aproximadamente um dia após a morte. Tanto o coronavírus quanto o vírus da gripe se tornam inativos em 15 segundos com a aplicação de etanol, usado em desinfetantes para as mãos.

“A sobrevida mais longa do SARS-CoV-2 na pele aumenta o risco de transmissão por contato. No entanto, a higiene das mãos pode reduzir esse risco”, observou o estudo.

O estudo apoia as recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) de se lavar regularmente as mãos para limitar a transmissão do vírus. Já são quase 40 milhões de pessoas infectadas em todo mundo desde que o novo coronavírus surgiu na China, no final do ano passado.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Bem-Estar

Nova Zelândia anuncia novo caso de coronavírus um dia após eleições
Suíça obrigará uso de máscara em lugares fechados por causa de surto de coronavírus
Deixe seu comentário
Pode te interessar