Sábado, 22 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Mostly Cloudy

Magazine Desiguais

Capa do livro “Getúlio (1945-1954)”, terceiro e último volume da biografia escrita por Lira Neto. A obra traz informações precisas para aqueles que gostam de citar semelhanças com o grande estadista gaúcho. (Foto: reprodução)
Gasparotto  
  • Além dos absurdos ouvidos na votação do impeachemant, o nome do presidente Getúlio Vargas foi mencionado muitas vezes. Aliás, desde a morte do líder gaúcho, grande parte dos políticos invocam semelhanças com o ilustre personagem. A bem da verdade, o clã Vargas tolerou estas identificações com o patriarca sem expressar suas opiniões, mas apenas João Goulart, pela postura devotada, foi sempre bem lembrado.
  • Impressionam as absurdas tentativas de identificação com Getúlio, cuja inteligência e habilidade, assim como a cultura e a postura ética, ficam bem explicadas na obra de Lira Neto, seguramente o relato mais preciso a respeito do caráter e sentimentos do personagem. Ainda uma lembrança: especialmente Alzira Vargas do Amaral Peixoto tinha a pior referência a respeito de Tancredo Neves, classificado como em cima do muro e oportunista pela filha e companheira de todas as horas de Vargas, cujo nascimento foi dia 19 de abril de 1882, há 134 anos.
Capa do livro “Getúlio (1945-1954)”, terceiro e último volume da biografia escrita por Lira Neto. A obra traz informações precisas para aqueles que gostam de citar semelhanças com o grande estadista gaúcho. (Foto: reprodução)

Capa do livro “Getúlio (1945-1954)”, terceiro e último volume da biografia escrita por Lira Neto. A obra traz informações precisas para aqueles que gostam de citar semelhanças com o grande estadista gaúcho. (Foto: reprodução)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Magazine

Emoção & moda
Helicóptero com Kim Kardashian faz pouso de emergência na Islândia; assista
Deixe seu comentário
Pode te interessar