Domingo, 23 de junho de 2024

Porto Alegre
Porto Alegre, BR
23°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui


Lenio Streck E a segunda dose da vacina? Irresponsabilidade criminosa!

Compartilhe esta notícia:

Entre as pessoas infectadas pela Covid-19 no RS, 1.019.992 (96% dos casos) já se recuperaram da doença. (Foto: Reprodução)

Que o governo federal tenha apostando em uma espécie de “laissez faire, laissez passer” pandeminial, já não há dúvidas. Apostou em uma espécie de “mão invisível” da medicina. É como se uma imunidade de rebanho se formasse logo de saída.

Deu tudo errado e agora o governo corre atrás do prejuízo. São já mais de 400 mil mortos. Alguns negacionistas continuarão a dizer que faltou tratamento precoce. Pois a ciência diz o contrário: a aposta irresponsável em tratamento precoce é que causou um percentual considerável de mortos. Isto é: tivessem recorrido aos hospitais e não ao tal tratamento precoce, teríamos menos mortos.

Ah, mas faltam vagas em hospitais. De que adiantaria, diria alguém. OK. Ocorre que esse é um longo processo de incompetências. Negamos o vírus. Negamos os próprios tratamentos. Apostamos em paliativos.

Nesse conjunto de erros, o maior foi ignorar o fato – e, sim, fatos existem – de que a vacina é a única solução. E o Brasil negou essa evidencia. Deixou de comprar. Expulsou vendedores. E continuou a apostar no tal tratamento precoce até há pouco.

A CPI da Pandemia poderá esclarecer muitas dessas coisas. Mas, agora, estamos diante de um grave problema, representado pela falta de vacinas para a segunda dose, especialmente da Coronavac.

Sim, incrível. Começaram a vacinar a população e não se deram conta de que poderia faltar a segunda dose. Patético. Trágico.

Quando alguém recebe a primeira dose, estabelece um contrato com o Estado. Até 28 dias depois deve o Estado oferecer a segunda dose.

Ah, sim, dizem os representantes dos governos que não haverá problemas de se tomar a segunda dose 40 ou 50 dias depois. É? Apresentem o estudo que comprova isso, caras pálidas. Mostrem. Provem.

Neste momento milhares de pessoas esperam a segunda dose e já estão passando do prazo. Isso de dizer que não há problemas é chute. Aliás, imaginem se os representantes dos governos dissessem: sim, depois de 30 dias a segunda dose pode não ter a mesma eficácia.

Daria um quebra pau. É evidente que qualquer burocrata tem de dizer o obvio: que não haverá problema de se tomar a segunda dose mesmo 60 dias depois.

Estamos lascados. A grande notícia é que até o final do ano estaremos vacinados. É? Como párias do mundo, nossos nacionais não serão aceitos nos outros países.

O governo federal, que sempre esteve preocupado com a economia, esqueceu da primeira lição, parecendo que seus economistas estudaram em EAD: vacina é o melhor remédio econômico. Simples assim.

Aliás, por falar nisso, onde andará o Osmar Terra, o grande profeta? Triste fim de Policarpo. E o deputado não vem a público dizer que se equivocou? Que feio.

De minha parte, digo que o deputado pode facilmente pedir desculpas. Este é o país em que se faz a maior patacoada e, logo depois, basta pedir sinceras desculpas. Sergio Moro escreveu seu pedido de desculpas em 32 laudas ao STF. O Min. Guedes diz que houve mal-entendido. Onde disse filho de porteiro queria dizer filho de parteiro ou algo assim.

O Presidente chegou a dizer que lockdown era estado de sítio. O governador de Minas soltou a seguinte perola: A Nova Zelândia, ao fazer lockdown, corre o risco de se tornar uma ilha. Pois é, governador. Pois é. Nova Zelândia é uma ilha. E zerou a COVID. Portugal já não tem mortes. E não é uma ilha. Céus.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Lenio Streck

No Brasil, pode-se provar que os coelhos são predadores das raposas
As coisas que me irritam na Televisão… e no Rádio
https://www.osul.com.br/e-a-segunda-dose-da-vacina-irresponsabilidade-criminosa/ E a segunda dose da vacina? Irresponsabilidade criminosa! 2021-05-01
Deixe seu comentário
Pode te interessar