Sábado, 08 de Maio de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Mostly Cloudy / Wind

Rio Grande do Sul É falsa a informação de que supermercados gaúchos não venderão bebidas alcoólicas a partir desta segunda-feira

Compartilhe esta notícia:

Produto está liberado por constar no segmento "alimentação". (Foto: EBC)

Após a circulação de notícias falsas ou equivocadas sobre a venda de bebidas nos supermercados gaúchos, o Palácio Piratini se manifestou em seu site oficial. Esse tipo de produto – alcoólico ou não – continua liberado pelo decreto que entra em vigor nesta segunda-feira (8), impedindo o comércio e exposição de produtos não essenciais nesses estabelecimentos por duas semanas.

“O governo do Estado esclarece que o decreto estadual nº 55.782, publicado na noite de sexta-feira (5), restringe a venda de itens não essenciais em estabelecimentos que podem seguir abertos durante a vigência da bandeira preta, não proíbe a venda de bebidas, alcoólicas e não alcoólicas”, destacou o governador Eduardo Leite em publicação nas redes sociais.

“Está circulando uma informação incorreta de que proibimos a venda de bebidas – alcoólicas e não alcoólicas – em supermercados. As bebidas em geral estão dentro do item alimentação e podem, sim, ser comercializadas”, prossegue. “Não caia em fake news e não espalhe a desinformação.”

Tele-entrega

Cabe fazer a ressalva de que nas regiões sob bandeira preta no sistema de distanciamento controlado (atualmente todo o mapa gaúcho está sob esse status) o comércio de produtos não essenciais está vetado apenas presencialmente.

Na modalidade de tele-entrega, porém, continua permitido para os supermercados – estabelecimentos como restaurantes podem, ainda, prestar serviço pegue-e-leve.

Os estabelecimentos que realizam mais de um tipo de atividade deverão observar limitações, horários, modalidades e protocolos para cada tipo de atividade. Está proibida a prestação de serviços ou a comercialização de produtos não essenciais nos horários de funcionamento reservados às atividades essenciais.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Uma assessora parlamentar foi demitida após participar de festa clandestina no Vale do Rio Pardo
O Rio Grande do Sul já tem quase uma semana consecutiva de esgotamento de suas UTIs. Ocupação geral é de 103,4%
Deixe seu comentário
Pode te interessar