Segunda-feira, 26 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Light Rain

Acontece Empresários se unem para potencializar a economia gaúcha

Compartilhe esta notícia:

Rio Grande do Sul tem mais de 5 mil vagas de trabalho abertas em empresas de TI

Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Rio Grande do Sul tem mais de 5 mil vagas de trabalho abertas em empresas de TI. (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

Determinados a contribuir com a transformação digital e social do Rio Grande do Sul, empresários do setor de TI (Tecnologia da Informação) do Estado lançarão, no dia 1º de setembro, o +praTI.

A iniciativa cívica, cujo nome faz alusão ao setor que mais cresce e gera empregos no mundo e também à forma como os gaúchos falam, foi desenhado a muitas mãos e nasce da convicção dos empresários sobre a urgência de tornar a tecnologia e a inovação protagonistas da economia regional. Para isso, atuarão como articuladores da sociedade na sensibilização e na qualificação de profissionais, visando atrair e reter talentos para o RS.

“As maiores empresas do mundo hoje são de capital intelectual. São organizações que trabalham com tecnologia e conhecimento, que é a fórmula da nova economia. Essa realidade está posta e entendemos que é nosso dever enquanto empresários atuar como articuladores da sociedade nessa transformação, sensibilizando, capacitando e atraindo talentos. Se tivermos pessoas habilitadas para trabalhar com TI no RS, vamos criar muitas boas empresas e gerar mais riqueza”, comentou Alexandre Trevisan, CEO da uMov.me e um dos fundadores do movimento +praTI junto com outros 25 empresários gaúchos.

Cesar Leite, CEO da Processor, observou que pessoas talentosas, ou capital intelectual como o mercado denomina, são os ingredientes mais importantes para o desenvolvimento de empresas modernas com alto potencial de geração de valor para a sociedade. “Precisamos criar esse ambiente favorável para o desenvolvimento do Estado e é isso que vamos fazer, capacitando e mostrando para as pessoas as oportunidades que existem na área e as chances de crescimento profissional diante delas, que dependem apenas do seu conhecimento”, disse.

Além disso, o grupo atuará como articulador em diferentes setores, como educação, saúde, cultura, fazendo a conexão entre essas áreas e a tecnologia. “Entendemos que todos precisam atuar com foco na nova economia”, ponderou Leite.

A iniciativa oferece de forma on-line e gratuita mentorias, qualificação técnica e oportunidades de emprego e conta com o apoio do Pacto Alegre, da Secretaria de Inovação, Ciência e Tecnologia do RS, de parceiros educacionais e de formação, como o CIEE-RS, URI e Fundação Bradesco, de conscientização e divulgação, como a ASSESPRO, e de centenas de atores dispostos a incluir tecnologia no dia a dia das pessoas, nas conversas entre amigos, nos grupos de WhatsApp e torná-la mais atrativa.

Para saber mais sobre a iniciativa, acesse www.maisprati.com.br.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Acontece

Investigações apontam “lista VIP” que priorizou políticos em testes de coronavírus no Distrito Federal
Brigada Militar reforça campanha de doação de sangue para incentivar reposição de estoques em hemocentros
Deixe seu comentário
Pode te interessar