Sábado, 08 de Maio de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Mostly Cloudy / Wind

Leandro Mazzini Ensaio

Compartilhe esta notícia:

Os olavistas – seguidores do pensador Olavo de Carvalho – do Governo fizeram uma aliança com um setor cultural o qual consideram de perfil da esquerda para reativar a Cinemateca. (Foto: Reprodução)

Os olavistas – seguidores do pensador Olavo de Carvalho – do Governo fizeram uma aliança com um setor cultural o qual consideram de perfil da esquerda para reativar a Cinemateca. Depois de mais de um ano fechada, o Secretário Especial de Cultura, Mario Frias, comunicou no final de 2020 que iria contratar a Sociedade de Amigos da Cinemateca (SAC) para gerir a Cinemateca por 90 dias, a partir deste mês. Num passado recente, durante a gestão de Marta Suplicy no Governo Dilma Rousseff, a SAC foi expulsa da Cinemateca por causa de um escândalo envolvendo R$ 100 milhões. Até o semestre passado, existia um processo parado na Subsecretaria de Audiovisual (SAV) contra a SAC. A Secult é o último reduto dos olavistas na Esplanada.

Em cena

O cineasta Roberto Gervitz, líder da SOS Cinemateca, ligado ao PSOL, crítico ferrenho do presidente Bolsonaro, comemorou nas redes sociais a esperança do retorno à gestão da Cinemateca.

Ninho

A presidente da SAC é professora da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo, Dora Mourão. USP é apontada como ninho intelectual da centro-esquerda pelos bolsonaristas.

Tecla quente

Não bastasse a CIDE na bomba de combustível, o deputado Felipe Barros (PSL-PR) quer instituir a mesma Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico sobre a “receita bruta de serviços digitais de disponibilização, distribuição, divulgação ou fornecimento de conteúdo por intermédio da internet”, (PL 640/2021). É para cercar as grandes empresas de internet como Google, Amazon e Netflix, entre outras. Mas a conta final chegará para o consumidor, claro. A conferir se avança.

Quatro patas

O deputado federal Célio Studart (PV-CE) tem bons projetos, mas pegaram no pé dele nas redes sociais ao apresentar o PL 561, para criar o Dia Nacional do Jumento. É que o bicho é fonte de sustento para muita gente do Ceará, sua terra natal.

Vidas x Mercado

O governador do DF, Ibaneis Rocha, no esforço de conter o avanço dos números da pandemia do coronavírus – a exemplo de outros colegas – ganhou ontem um inesperado ‘adversário’ do confinamento popular. O Conselho Regional de Medicina do DF soltou nota contra o lockdown decretado.

Há controvérsias

A nota chegou a citar um diretor da Organização Mundial de Saúde, o Dr. David Nabarro: “O lockdown não salva vidas e faz os pobres muito mais pobres”. Será mesmo?

Preço do ato

Nesse vaivém de decisões Brasil adentro sobre lockdown, alguns prefeitos dançaram na tentativa de reeleição ano passado. Caso de João do Léo, ex-prefeito de Pirenópolis, que perdeu feio nas urnas após fechar a cidade por mais de 90 dias. Mas segurou o avanço.

No aco$tamento

Foi só o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, anunciar retorno em obras do lucro da licitação de rodovias federais no Paraná para a bancada (estadual e em Brasília) ligar o buzinaço político. A Assembleia já quer excluir as rodovias estaduais das licitações. Será por quê?

Alô, Jair!

A ex-deputada Cidinha Campos (PDT) pediu ontem, no ar, uma entrevista com o presidente Jair Bolsonaro, em seu programa na Super TUPI FM no Rio de Janeiro. Cidinha garante quer apenas saber onde Bolsonaro aprende coisas sobre a pandemia. “Coisas que os médicos não sabem”.

Raios x do bolso

O brasileiro tem gastado dinheiro na praça. Foram 9% mais de consumo nas classes C e D apenas no 4º trimestre de 2020, em comparação ao trimestre anterior, constatou a 1ª edição da Pesquisa de Hábitos de Consumo da Superdigital, fintech do Grupo Santander que reúne mais de 1,7 milhão de contas ativadas.

Freio

As concessionárias do Brasil – em especial a rede da BMW – tentaram driblar o pagamento de uma taxa federal, a de Controle e Fiscalização Ambiental (TCFA), paga ao IBAMA. Mas a Advocacia Geral da União freou a ação na Justiça.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Leandro Mazzini

Olho na vaga
Proteção corporativa
Deixe seu comentário
Pode te interessar

Leandro Mazzini Cerco oficial

Leandro Mazzini Bola murcha

Leandro Mazzini Tasso & Anastasia

Colunistas Tem panda na moita