Sábado, 04 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fair

Porto Alegre Formalizada a adoção do Largo dos Açorianos

Secretários Ramiro Rosário e Germano Bremm com o presidente da OAB, Ricardo Breier, no ato de assinatura da adoção do Largo.

Foto: Cristine Rochol/PMPA
Secretários Ramiro Rosário e Germano Bremm com o presidente da OAB, Ricardo Breier, no ato de assinatura da adoção do Largo. (Foto: Cristine Rochol/PMPA)

Pelos próximos 12 meses, a contar desta quarta-feira (18), a OAB-RS (Ordem dos Advogados do Brasil) e a Caixa de Assistência dos Advogados cuidarão do Largo dos Açorianos e poderão renovar o termo por igual período. Recentemente, a Uber renovou a adoção da Orla Moacyr Scliar. Outros dois parques e mais 77 praças estão adotados e geram economia de cerca de R$ 2,2 milhões por ano aos cofres públicos.

Desde a entrega da revitalização da área, em 22 de agosto, o Largo dos Açorianos foi acolhido pela população, afirma o presidente da OAB, Ricardo Ferreira Breier. “A OAB está realizando um sonho de poder manter o largo, que está sendo ocupado pela cidadania. Para nós é uma grande honra poder contribuir”.

O secretário municipal do Meio Ambiente e da Sustentabilidade, Germano Bremm, enfatizou que o senso de cidadania está cada vez mais aflorado na cidade. “O instituto da adoção vem neste sentido da colaboração, e vai além da questão financeira, ampliando o senso de coletividade da cidade.”

O Largo dos Açorianos é o berço de Porto Alegre, onde a nossa cidade começou, lembra o secretário municipal de Serviços Urbanos, Ramiro Rosário. “Portanto, a OAB assume um compromisso não com uma praça, mas com o símbolo e com a história da nossa cidade. Queremos que a sociedade usufrua dos espaços públicos e ajude a cuidar de Porto Alegre.”

Um edital para adoção do espaço ficou aberto até 30 de outubro, quando a OAB formalizou a intenção de cuidar da área.

Os principais serviços a serem realizados pelo adotante são corte de grama, manutenção dos canteiros, limpeza dos espelhos d’água, varrição e recolhimento de lixo, manutenção preventiva das bombas hidráulicas e instalação de sinalização de educação ambiental e informativa com placas. Em contrapartida ao investimento, a OAB poderá instalar elementos identificadores da parceria e utilizar o local para realização de eventos e atividades institucionais. A área do Monumento aos Açorianos e a limpeza de eventuais pichações não integram o escopo da adoção.

Revitalização

A obra para devolver o Largo dos Açorianos à população começou em 2016. Foi executada com recursos do Fundo Pró-Defesa do Meio Ambiente e contou com investimento de R$ 5,4 milhões. A área, de 18 mil metros quadrados, abriga dois monumentos históricos – a ponte de pedra (que foi resgatada enquanto patrimônio histórico, com a exposição dos pilares de pedra) e o Monumento aos Açorianos – e recebeu iluminação cênica, com quatro postes, 16 lâmpadas e 28 spots de luz. Dois espelhos d’água, interligados por uma queda d’água, completam a arquitetura do local, que também recebeu fontes de jatos de água, arquibancadas e bancos em concreto, esplanadas, paraciclos, passeio público de concreto, lixeiras e piso podotátil.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Dólar comercial encerra sessão em R$ 4,06
Cidade inteligente: Porto Alegre recebe doação de tecnologia
Deixe seu comentário
Pode te interessar