Quinta-feira, 09 de dezembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Partly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Geral Imigrante brasileira morre abandonada no deserto dos Estados Unidos durante travessia

Compartilhe esta notícia:

A técnica de enfermagem Lenilda dos Santos foi abandonada no deserto após passar mal. (Foto: Redes Sociais/Reprodução)

Agentes de fronteira do estado do Novo México encontraram nesta semana o corpo de uma brasileira que tentava entrar clandestinamente nos Estados Unidos, informou o jornal “Deming Headlight” nesta sexta-feira (17). Familiares da vítima confirmaram ao jornal O Globo que ela se chama Lenilda dos Santos, de 49 anos. Segundo relato da família, ela cruzou a fronteira dos EUA com o México mas ficou para trás, sem água nem comida em pleno deserto, porque estava cansada. O grupo teria prometido que voltaria para ajudá-la, mas isso não aconteceu.

Neste momento, ainda é verão no Hemisfério Norte, e as temperaturas no deserto do Novo México podem bater os 40°C.

Lenilda ainda conseguiu se comunicar com a família por mensagens de celular, inclusive com compartilhamento de localização. Ela parou de responder e, então, os familiares pediram ajuda às autoridades do Novo México, estado no sudoeste dos EUA.

A notícia da morte de Lenilda chega em um momento de novas atenções voltadas à fronteira do México e dos EUA, com mais apreensões de migrantes que tentam entrar clandestinamente em solo americano.

Na manhã de quinta-feira, um grupo de 140 brasileiros foi detido no estado do Arizona. Câmeras de segurança flagraram a entrada desse grupo, e guardas de fronteiras interromperam a travessia.

De acordo com as autoridades locais, os agentes de fronteira têm encontrado mais de 600 migrantes por dia, um aumento de mais de 2.000% em relação ao ano passado.

Dados do órgão de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos obtidos pela BBC mostram que, de outubro de 2020 a agosto de 2021, 46.410 brasileiros foram detidos ao cruzar ilegalmente a fronteira sul do país através do México – um recorde.

Sonho de ser avó

Lenilda dos Santos morreu quatro meses antes de realizar o sonho de ser avó de uma menina. Uma das filhas da técnica de enfermagem, Genifer Oliveira, contou ao portal de notícias G1 que está grávida de cinco meses e em uma das últimas conversas que teve com a mãe contou que ela ia ser avó de uma menina.

“Ela queria tanto que fosse uma menina para encher ela de lacinhos, fazia muitos planos”.

Em um dos áudio enviado à filha, Lenilda comemora a novidade e, apesar de estar distante, prometia “enviar várias roupinhas bonitas” para a bebê.

Genifer conta que agora a família tenta trazer o corpo da mãe para Rondônia com a intenção de fazer um velório e sepultamento digno. No entanto, as despesas com a documentação e translado custam aproximadamente R$ 120 mil.

Além disso, todo o processo pode demorar até três meses para ser concluído e eles finalmente receberem o corpo de Lenilda. As duas filhas da mulher criaram uma vaquinha online para tentar arrecadar o dinheiro das despesas. As informações são do portal de notícias G1.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Geral

Ex-senador cria outdoors para ironizar presidente dos Estados Unidos
“Facada nas costas”: saiba por que um pacto entre Estados Unidos e Austrália irritou os franceses
Deixe seu comentário
Pode te interessar