Domingo, 24 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
23°
Partly Cloudy

Tecnologia iPhone 12 Pro Max ganha edição de 35 mil reais que protege contra espionagem

Compartilhe esta notícia:

Foto mostra a diferença entre versão tradicional e modelo sem câmeras. (Foto: Reprodução)

A empresa russa Caviar anunciou nesta semana uma versão de luxo do iPhone 12 Pro Max (Apple) contra espionagem que custa até 35 mil reais. O celular personalizado vem sem as câmeras, trazendo um visual liso na parte de trás do smartphone. Desta forma, a companhia acredita que o usuário pode se proteger em caso de invasões ao sistema do telefone.

O aparelho que leva a alcunha de Stealth (furtividade, em tradução livre) ainda apresenta um acabamento em titânio ou ouro que cobre toda a parte traseira do dispositivo.

A Caviar é conhecida por oferecer versões de celulares da Samsung e Apple para um público que gosta de luxo e paga caro para ter smartphones cobertos de ouro ou pedras preciosas. O iPhone 12 Pro Max intitulado de Stealth Gold tem acabamento em ouro e chega a custar 6.750 dólares (o equivalente a 35 mil reais no câmbio de hoje) na versão de 512 GB de armazenamento. Esta edição está limitada a apenas 99 peças.

A companhia também disponibiliza uma versão do iPhone 12 Pro por preços que partem de 4.990 dólares (aproximadamente 27 mil reais no câmbio de hoje). Assim como o modelo mais caro, o conjunto fotográfico na traseira também foi removido e a câmera frontal desativada.

Além de manter a privacidade do usuário, o celular ainda poderá ser usado em ambientes de empresas que possuem uma alta preocupação com segurança. No entanto, como o smartphone não tem câmeras, não será possível tirar fotos e nem usar o recurso Face ID para desbloquear o telefone por meio do reconhecimento facial.

Fora estas modificações externas, o Stealth ainda apresenta as características já vistas na linha iPhone 12 Pro. O aparelho tem de 128 GB a 512 GB de espaço interno, tela OLED de 6,1 ou 6,7 polegadas com resolução Super Retina XDR e processador A14 Bionic, o chip mais avançado da empresa até o momento. Os modelos sem personalizações têm preços sugeridos no Brasil que variam entre 9.999 reais e 13.999 reais.

Melhor lançamento

Mesmo com o cenário pessimista nas vendas de celulares em 2020, a gama de produtos da Apple parece imune aos problemas. Números divulgados por uma consultoria de mercado indicam que o iPhone 12 Pro Max teve a melhor estreia entre todos os dispositivos da marca desde 2018.

A Flurry Analytics se baseou em registros de instalação de aplicativos que incluem ferramentas da empresa. A telemetria obtida ajuda a estimar a participação dos diferentes modelos no total de iPhones em uso no mercado.

A consultoria comparou o sucesso de cada um dos modelos registrando a sua participação de mercado na linha iPhone após uma semana do lançamento – a Apple nem sempre coloca toda a gama atualizada nas prateleiras ao mesmo tempo.

A linha iPhone 12 como um todo registrou 1,9% de toda base instalada na semana do lançamento. O resultado é superior aos 1,2% da linha iPhone 11 e 1,6% do trio XR/XS/XS Max.

Isoladamente, o iPhone 12 Pro Max foi o modelo de maior sucesso, com 0,94% de todos os iPhones ativos registrados pela Flurry na semana de lançamento. A porcentagem é mais de duas vezes superior à do iPhone 12, que registrou “apenas” 0,41% com o mesmo tempo de mercado.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

O WhatsApp libera papéis de parede diferentes para cada conversa
O Instagram Live Rooms agora permite adicionar até três pessoas a uma transmissão ao vivo
Deixe seu comentário
Pode te interessar