Domingo, 25 de julho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fog

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Tecnologia iPhone 14 chega em 2022 com os primeiros chips em 3nm

Compartilhe esta notícia:

Os futuros smartphones da linha iPhone 14 podem chegar ao mercado com chips produzidos no processo de fabricação em 3nm. (Foto: Reprodução)

Ainda estamos longe do possível lançamento do iPhone 14 (sim, ainda não foi anunciado o iPhone 13 e estamos falando do 14), porém, já temos alguns rumores sobre o que está por vim para essa linha, que deve ser lançada apenas na segunda metade de 2022.

De acordo com um novo relatório compartilhado pelo site DigiTimes, os futuros smartphones da linha iPhone 14 podem chegar ao mercado com chips produzidos no processo de fabricação em 3nm de responsabilidade da Taiwan Semiconductor Manufacturing Company (TSMC). O chip A16 Bionic seria o primeiro produzido neste processo, tendo sua fabricação inicial prevista para o segundo semestre de 2022, o que seria o momento ideal para que a Apple lance o iPhone 14 com esse SoC.

Mas antes que a TSMC chegue a 3nm, conforme revelado pela Digitimes, a TSMC já se prepara para iniciar a produção dos chips em 4nm ainda neste ano. A Apple foi uma das empresas a já reservar um dos lotes iniciais desses chips, que serão utilizados para a produção dos processadores dos futuros Mac, além de seu novo próprio SoC, o A15 Bionic, que equiparar a linha do iPhone 13.

No entanto, esses novos smartphones da Apple, que devem revelados no mês de setembro, devem continuar no processo de 5nm, que passará por um refinamento pela TSMC (chamado de N5P, ou 5nm+). Com isso, podemos esperar certas melhorias no desempenho e na eficiência do chip A15 Bionic, mas a verdadeira “nova” geração de chips só deve chegar em 2022 com o A16 Bionic.

Ainda segundo o site, esse novo processo de fabricação em 3nm possibilitaria que os chips tenham um ganho de 15% de desempenho, com um consumo energético até 30% menor em comparação ao processo de 5 nm. Após alguns anos, devemos ver a chegada de chips em 2 nm tanto pela TSMC quanto por parte da Samsung Foundry, que já possuem planos de produzir nesse processo de fabricação.

Bug

Um engenheiro de programação e entusiasta de segurança descobriu um código especial que, sendo usado como nome de rede, pode causar um bug no iPhone que trava o Wi-Fi do celular. Não acontecem danos permanentes, mas pode ser um problema maior do que um pequeno incômodo para quem não tem muita intimidade com smartphones e suas configurações.

O código “%p%s%s%s%s%n”, como mostrado no tweet, não é algo simples, nem um nome que alguém usaria aleatoriamente numa rede. Também não é o tipo de nome que alguém correria para se conectar, mas sendo usado numa rede aberta pode acabar resultando numa “pegadinha” bastante inconveniente.

Usando um iPhone, se o usuário tenta se conectar numa rede com esse nome, o celular desliga o Wi-Fi na hora. Mas esse não é o verdadeiro problema. O maior incômodo é o fato que não dá mais pra ligar o Wi-Fi de novo. E reiniciar o iPhone não resolve o problema.

Mas, como dito antes, esse não é um problema permanente ou irreversível. Para restaurar o Wi-Fi do iPhone, basta acessar as configurações, ir para a parte de reset e escolher a opção “restaurar as configurações de rede”. O iPhone vai apagar todas as configurações de rede que tem salvas e voltar a funcionar normalmente.

tags: Você Viu?

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Astronautas instalam painéis solares na Estação Espacial Internacional
Quina de São João tem prêmio estimado em R$ 190 milhões
Deixe seu comentário
Pode te interessar