Quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Copa América 2021 Já classificado para as oitavas-de-final da Copa América, Brasil empata em 1 a 1 com o Equador

Compartilhe esta notícia:

Equipe sob o comando de Tite voltará a campo na sexta-feira. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Atuando sem diversos titulares no começo da noite deste domingo (27), a Seleção Brasileira empatou em 1 a 1 com o Equador, pela fase de grupos da Copa América. O resultado encerrou uma sequência de dez vitórias consecutivas do escrete canarinho mas manteve a liderança no grupo B do torneio e a classificação para as oitavas-de-final, que já estava garantida.

A partida deste domingo foi disputada no Estádio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia (GO), e teve gols marcados por Éder Militão para os anfitriões (36 minutos do primeiro tempo) e Ángel Mena para os visitantes (7 minutos da etapa complementar).

O próximo adversário será o quarto colocado na chave A, posição ocupada no momento pelo Uruguai e que ainda depende do desfecho do confronto da “Celeste” contra o Paraguai nesta segunda-feira (28). A partida está marcada para as 21h de sexta-feira (2) no Estádio Nilton Santos (Engenhão), no Rio de Janeiro.

Confronto

Com a classificação já garantida antecipadamente antes do apito inicial, o técnico Tite poupou titulares, incluindo o atacante Neymar, que estava pendurado por cartão amarelo.

O começo de jogo foi marcado por uma postura de cautela, com o Brasil dominando a posse de bola e buscando abrir espaços na defesa adversária, que se fechou e apostou na estratégia do contra-ataque, mas sem conseguir muita coisa nos minutos iniciais.

Investindo sobretudo pela ala esquerda, os donos da casa chegou a ser ameaçada em alguns momentos, como em um lance no qual Valencia percebeu o goleiro Alisson adiantado e tentou de longe: o gaúcho acabou escorregando e só não sofreu o gol porque a bola passou por cima da trave.

Sem perder a paciência, o Brasil começou a envolver mais a defesa do Equador com toques rápidos e movimentação, de forma que aos 27 minutos Lucas Paquetá quase abriu o placar. O gol, porém, só veio aos 37, quando Everton em cobrança de falta lançou a bola na cabeça de Eder Militão, que estufou a rede pela primeira vez em 13 jogos com a camisa amarela.

O segundo tempo foi marcado por uma a postura mais ofensiva por parte do Equador, que pressionou a Seleção Brasileira e não demorou a igualar o placar: com 7 minutos de bola rolando, a defesa anfitriã não conseguiu afastar, a bola sobrou dentro da área, Valencia desviou de cabeça e Mena apareceu para chutar cruzado – havia dez anos que o Equador não fazia gol no Brasil.

Pelo restante do duelo em Goiânia, a intensidade seria diminuída pela equipe de Tite. Isso incluiu menos posse de bola pelos donos da casa e mais finalizações que os visitante (seis contra cinco). As substituições também não surtiram o efeito desejado e o que se viu até o fim foi um jogo truncado, aquém dos últimos desempenhos do Brasil.

Ficha técnica

– Brasil: Alisson, Emerson, Éder Militão, Marquinhos, Renan Lodi (Danilo), Fabinho, Douglas Luiz (Casemiro), Roberto Firmino (Vinícius Júnior), Lucas Paquetá (Everton Ribeiro), Everton (Richarlison) e Gabigol. Técnico: Tite.

– Equador: Galíndez, Angelo Preciado, Arboleda, Reyna, Palacios (Plata); Caicedo (Mena), Méndez, Franco, Estupiñán, Valencia (Campana) e Ayrton Preciado (Pineida). Técnico: Gustavo Alfaro.

– Cartões amarelos: Estupiñán (Equador).

– Arbitragem: Roberto Tobar, do Chile, auxiliado pelos compatriotas Christian Schiemann e Claudio Rios. No VAR, Julio Bascuñan.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Copa América 2021

Temporais causam estragos e afetam mais de 2 mil pessoas no Rio Grande do Sul
Inter empata em 1 a 1 com o América-MG no Campeonato Brasileiro
Deixe seu comentário
Pode te interessar