Sexta-feira, 10 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
Fair

Rio Grande do Sul Já é possível conferir na internet a evolução diária dos preços dos combustíveis em cada município gaúcho

Compartilhe esta notícia:

Ferramenta também permite comparar valores com os praticados em municípios próximos ou de porte semelhante. (Foto: Arquivo/Agência Brasil)

O Receita Dados, portal de transparência da Receita Estadual na internet, disponibiliza novos painéis informativos sobre a evolução do consumo e do preço médio da gasolina comum, etanol e óleo diesel (S-10 e S-500) no Rio Grande do Sul. As informações são atualizadas diariamente, de forma geral e localizada (regiões e municípios), por meio do site www.receitadados.fazenda.rs.gov.br.

“A ferramenta permite que a sociedade monitore a variação dos valores dos combustível nas suas cidades e compare a flutuação de preços em relação a municípios próximos ou de porte semelhante, por exemplo”, detalha o subsecretário da Receita Estadual, Ricardo Neves Pereira.

Ainda segundo ele, a ferramenta virtual aponta uma recente queda de preços, sobretudo por conta da atual conjuntura internacional do petróleo, embora nos últimos dias tenha havido um movimento de retomada nos valores cobrados. A gasolina comum, por exemplo, chegou a atingir R$ 4,79 no final de janeiro, estava em R$ 4,62 em 16 de março, passou a R$ 3,81 em 6 de maio e alcançou R$ 3,88 no dia 21.

Além disso, são apresentados no portal diversos painéis detalhando a evolução do volume de vendas dos combustíveis. Isso permite avaliar, dentre outros fatores, a movimentação da economia durante a pandemia, bem como o reflexo das medidas de distanciamento social para prevenção ao contágio por coronavírus.

Novidades

Os dados sobre combustíveis fazem parte de uma série de novidades que vêm sendo implementadas pela Receita Estadual na página “Receita Dados”. De acordo com o site oficial do Palácio Piratini, o objetivo é ampliar a transparência e a também a disponibilização de informações estratégicas para a tomada de decisões pelo governo do Rio Grande do Sul.

Um dos exemplos recentes é a divulgação semanal do boletim sobre os impactos da Covid-19 nas movimentações econômicas dos contribuintes de ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços). O conjunto de melhorias, que prevê também a reformulação e a modernização do Portal, está relacionado a algumas iniciativas do programa “Receita 2030”, que abrange 30 iniciativas para modernizar a administração tributária gaúcha.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Governo informa à Polícia Federal que Sérgio Moro não assinou a demissão do diretor-geral da corporação
Bolsonaro sanciona parcialmente lei que cria a Nova Embratur
Deixe seu comentário
Pode te interessar