Quinta-feira, 22 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
20°
Fair / Wind

Política Justiça mantém a prisão de Cristiane Brasil, filha do delator do mensalão Roberto Jefferson

Compartilhe esta notícia:

Cristiane foi um dos alvos da segunda fase da Operação Catarata

Foto: reprodução de TV
Cristiane foi um dos alvos da segunda fase da Operação Catarata. (Foto: Reprodução de TV)

O presidente do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro), desembargador Cláudio de Mello Tavares, indeferiu, na manhã deste domingo (20), o pedido da defesa de Cristiane Brasil (PTB) – candidata à prefeitura do Rio – pelo relaxamento da prisão.

Os advogados de Cristiane ainda requisitaram que, em caso de soltura, a prisão preventiva fosse substituída por prisão domiciliar ou monitoramento por tornozeleira eletrônica. O desembargador negou os dois pedidos.

Cristiane Brasil se entregou à polícia no dia 11 deste mês, após ser alvo da Operação Catarata, que investiga supostos desvios em contratos de assistência social no governo fluminense e na prefeitura do Rio.

Ela responde por atos supostamente praticados entre maio de 2013 e maio de 2017, quando assumiu secretarias municipais nas gestões de Eduardo Paes e Marcelo Crivella.

Segundo as investigações, Cristiane recebia propina em dinheiro, por meio de depósitos em contas de outras pessoas que devolviam os valores para a ex-deputada, e também pelo pagamento de contas pessoais.

Ela é filha do ex-deputado federal Roberto Jefferson, presidente nacional do PTB e delator do mensalão.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Permissionários da Ceasa-RS reforçam limpeza de hortifrútis e higienização de embalagens
Juiz da Lava-Jato determina bloqueio de R$ 237 milhões de advogado de Lula
Deixe seu comentário
Pode te interessar