Terça-feira, 16 de agosto de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Cláudio Humberto Levantamento nacional mostra Lula à frente de Bolsonaro

Compartilhe esta notícia:

Média das pesquisas dá 40,9% para o ex-presidente (E), contra 33,2% ao atual (Foto: EBC)

“Notícia é gravíssima, se confirmada.” – Fabiano Contarato (ES), voz solitária no PT, sobre o caso da “interferência” de Bolsonaro

Com base nas mais recentes pesquisas registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e divulgadas até a sexta-feira (24), a média ponderada das intenções de votos para presidente, nos Estados, confirma o favoritismo de Lula (PT) contra Jair Bolsonaro (PL): 40,9% contra 33,2%. O levantamento é da Potencial Inteligência, em parceria com o site Diário do Poder.

Lula tem vantagem de 7,7 pontos percentuais, bem menor que algumas pesquisas recentes, como a do Instituto Datafolha. Mas o petista lidera em 17 Estados e Bolsonaro em oito. Observação: Não houve pesquisa para presidente no Amapá e Rondônia.

Média de 25 pesquisas

A análise do estatístico Zeca Martins, diretor da Potencial, contempla 25 pesquisas, totalizando 37 mil entrevistas em cerca de mil municípios.

Terceira via definha

De acordo com a Potencial, Ciro Gomes (PDT) está em terceiro, com média ponderada de 6,7% das intenções de voto, contra 1,8% de Simone Tebet (MDB).

Eleição polarizada

Os demais candidatos somam apenas 5,1% 5,5% dos eleitores brasileiros. Já os indecisos representam 6,8% e os que prometem votar em branco ou nulo são 5,5%.

Estatística descritiva

A análise da Potencial se utiliza da estatística descritiva e faz o cálculo da média ponderada da intenção de votos em cada um dos Estados.

Canadá rivaliza em vacinação

O Brasil tem motivos para comemorar: após ultrapassar os Estados Unidos e abrir vantagem, consolida-se como aquele – dentre os maiores países – que mais aplica vacinas contra a covid.

Agora, o elogiadíssimo Canadá, com população de 38 milhões de habitantes, seis vezes menor que a brasileira, registra proporção idêntica de imunização: perto de 87%. O IBGE estima a atual população do Brasil em 214 milhões.

Toma, Canadá!

Profissionais brasileiros da área da saúde já aplicaram vacinas em quase 185 milhões de habitantes, ao passo que no Canadá foram contemplados 33 milhões.

Quesito vacinação

O Brasil já deixou para trás – há meses – grandes economias como Estados Unidos e Reino Unido, que nem chegam a 80% de cobertura vacinal.

Exemplo mundial

As ricas Itália (84%) e Alemanha (77%), além de grandes países como México (68%) e Nigéria (13%), estão longe do sucesso brasileiro.

Jogo bruto

Em meio a mais uma grave crise política e convencido de que é alvo de armadilha para torná-lo inelegível, Bolsonaro deve estar sentindo falta de mais políticos experientes e menos generais à sua volta.

Sentença orientada

Nove ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram mandar o caso de Roberto Jefferson (PTB) à primeira instância, mas indicando que ele cometeu crimes em seus vídeos. Já houve um tempo em que essa decisão era de quem julgava o caso.

Essas pesquisas…

Em 2016, o então candidato a prefeito João Doria (PSDB) tinha 38% na pesquisa divulgada pelo instituto Datafolha no dia anterior à votação de outubro. Mas o tucano acabou eleito no primeiro turno, com 53% da preferência.

País acocorado

Em tempos de democracia, nunca um partido foi submetido a “cala-boca” como acontece agora no Brasil com o Partido da Causa Operária, o PCO. A legenda está proibida de se manifestar, em pleno ano eleitoral.

Muita estrada

Começarão apenas em 20 de julho as convenções partidárias, quando serão definidos os candidatos e mandatos pretendidos. A data-limite para o registro dos postulantes aos cargos é 15 de agosto.

Olho no futuro

A Associação dos Importadores de Máquinas e Equipamentos previu alta nas encomendas. “O mercado está muito confiante para os próximos meses”, avalia o presidente da Abimei, Paulo Castelo Branco.

Na pandemia

Um estudo do Instituto Guttmacher revela que em 2020 foram realizados cerca de 930 mil abortos nos Estados Unidos. Em mais de duas décadas, é o primeiro aumento por dois anos seguidos.

100% inédito

Os Emirados Árabes Unidos atingiram uma marca inédita no mundo: todos os seus habitantes receberam ao menos uma dose de vacina contra a covid, de acordo com dados da plataforma Our World in Data.

Pergunta na campanha

O TSE vai fiscalizar o que é dito nos palanques ou só vale nas redes sociais?

PODER SEM PUDOR

O jeito “afável” de ACM

Antônio Carlos Magalhães, o “ACM”, apoiou com mão-de-ferro o regime militar. Governador da Bahia, proibiu uma passeata em solidariedade à greve no ABC paulista liderada por Lula, o então metalúrgico.

O deputado Elquisson Soares, presidente do PMDB, fez por telefone um último apelo a ACM, que negou e ainda provocou: “O que vocês acham da invasão russa no Afeganistão?”. Soares respondeu: “Somos contra. Mas também somos contra a repressão no Brasil.”

Magalhães gritou, do outro lado da linha: “Me respeite!”. O deputado devolveu: “Me respeite você!” E os dois ainda trocaram insultos. A passeata, claro, foi dissolvida.

Com André Brito e Tiago Vasconcelos

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Cláudio Humberto

Acusação do dia “eclipsou” o Auxílio de R$ 600
Lei proíbe, mas Brasil tolera aborto até aos 7 meses
Deixe seu comentário
Pode te interessar