Sábado, 12 de Junho de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
14°
Fair

Colunistas Lobby da maconha tenta aprovar em Brasília liberação do plantio

Compartilhe esta notícia:

Deputado Osmar Terra alerta para objetivo da proposta de liberação da maconha. (Foto: Reprodução)

O bilionário lobby do trafico internacional de drogas ataca agora na Câmara dos Deputados. Nesta terça-feira, a comissão especial que analisa o projeto que autoriza o cultivo, no Brasil, de Cannabis sativa — planta também usada para produzir a maconha — analisa o parecer favorável do relator, deputado Luciano Ducci (PSB-PR). Membro da comissão, o deputado gaúcho Osmar Terra (MDB) comenta que “a população começou a pressionar, e o projeto que libera a produção de cannabis no Brasil, primeiro passo para a liberação das drogas a partir da maconha, começa a ter oposição. Isto é um absurdo, liberar a produção em grande escala da maconha”. Terra avalia que “o Brasil já tem hoje cerca de 7 milhões de jovens dependentes químicos de drogas ilícitas, principalmente da maconha. Se aumentar a oferta, fica incontrolável. Foi o que aconteceu no Uruguai onde aumentou a oferta, aumentou o número de dependentes, e a violência disparou”.

Mourão candidato a vice no RS?

No Partido Progressista, já cresce o grupo que defende a aliança com o PRTB do atual vice-presidente Hamilton Mourão. A princípio, Mourão pretende disputar a única vaga ao senado, ocupada pelo senador Lasier Martins. Mas já existe no PP uma força-tarefa disposta a convencer Mourão a aceitar ser vice do candidato a governador, o senador Luis Carlos Heinze. Com isso, a vaga ao Senado ficaria aberta para a ex-senadora Ana Amélia, ou o deputado Jeronimo Goergen.

A indústria volta a respirar

Os dados da Fiergs (Federação das Industrias do RS) são animadores, ao apontarem que a produção industrial gaúcha cresceu 12,3% em comparação aos três primeiros meses de 2020, impactados de forma mais aguda pela pandemia. Fevereiro e março, segundo a Fiergs, apresentaram leve queda.

Catarinenses chegando

Primeiro, foi o Grupo Fort, que anunciou a chegada da sua rede de atacarejos ao Rio Grande do Sul. Agora, a Cooperativa Central Aurora Alimentos, de Santa Catarina, anuncia a aquisição do controle do Grupo Agrodanieli, que tem sede em Tapejara. O negócio inclui quatro unidades produtivas instaladas no município de Tapejara e um incubatório de aves de Ibiaçá, com capacidade aproximada de 1,7 milhão de ovos por semana.

Projeto para incentivo a empresas no RS

O governo gaúcho quer aprovar nesta terça-feira o projeto que concede incentivos financeiros às empresas que venham se instalar ou ampliar suas atividades no Estado do Rio Grande do Sul, através da comercialização de bens imóveis no âmbito do Programa Estadual de Desenvolvimento Industrial, o Proedi. O projeto usa parte da legislação utilizada na consolidação de áreas localizadas nos Distritos Industriais de propriedade do Estado.

A polêmica do projeto “Roda Bixa”

O governador Eduardo Leite está comprando uma briga com o Secretário nacional de Cultura, Mário Frias, que vetou a inclusão do evento “Roda Bixa – live Criança Viada”, com temática LGBTQI+ no rol de beneficiários de incentivos fiscais previstos na Lei Rouanet. O deputado estadual Eric Lins (DEM), que preside a Frente Parlamentar em Defesa da Família já anunciou que “não iremos tolerar a realização desse evento no Estado, utilizando recursos públicos”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Colunistas

O sol nasceu para todos!
Aneel multa as vítimas pelo apagão no Amapá
Deixe seu comentário
Pode te interessar