Terça-feira, 07 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Rain

Capa – Caderno 1 Mais de 4.600 motoristas foram abordados no Rio Grande do Sul durante a Mobilização Nacional da Operação Lei Seca

Compartilhe esta notícia:

176 condutores foram autuados por dirigirem sob efeito de álcool. (Foto: Detran-RS/Divulgação)

Entre a noite de sexta-feira (14) e a madrugada de domingo (16), foi realizada a edição de setembro da Mobilização Nacional da Operação Lei Seca, que acontece em todo o País. No Rio Grande do Sul, Detran-RS, Brigada Militar, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Federal abordaram 4.697 veículos durante blitzes da Balada Segura, realizando 1,3 mil testes de bafômetro e autuando 176 condutores por dirigirem sob efeito de álcool.

A mobilização no RS também resultou em 94 veículos apreendidos, 164 documentos irregulares recolhidos e 34 prisões por embriaguez ao volante. Realizada pela primeira vez em setembro de 2017, a Mobilização Nacional da Lei Seca tornou-se permanente no calendário dos órgãos de trânsito brasileiros desde janeiro deste ano. Com edições mensais, prevê a realização simultânea de blitzes da Lei Seca, com pontos de bloqueio em ruas e avenidas espalhadas em pontos estratégicos de todo o País.

Dados da operação nacional computam 20.114 abordagens e 13.125 testes de bafômetro em todo o Brasil. Pelo menos 845 motoristas foram autuados por dirigir sob influência de álcool (incluindo as recusas ao teste). Eles responderão de acordo com as sanções administrativas por infração dos artigos 165 e 165-A do Código de Trânsito Brasileiro: multa de R$ 2.934,70 e suspensão do direito de dirigir por um ano, além da retenção do veículo e do documento. Desses, 101 condutores foram enquadrados por crime de trânsito e conduzidos a delegacias.

Balada Segura

A Operação Balada Segura foi instituída no Rio Grande do Sul pela Lei nº 13.963, de 30 de março de 2012. Com a coordenação executiva do Detran-RS, a operação tem como objetivo realizar, de forma integrada e contínua, ações de fiscalização, em especial o combate à alcoolemia no trânsito, em locais e horários de maior incidência de acidentalidade. A operação conta com integrantes da Brigada Militar, Polícia Civil, órgãos de trânsito municipais e Polícia Rodoviária Federal.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Capa – Caderno 1

O filho de um ministro do Tribunal de Contas da União é alvo de uma operação da Polícia Federal contra fraudes no Ministério do Trabalho
Familiares serão indenizados por selfie de funcionário de funerária junto ao corpo de uma mulher no interior do Rio Grande do Sul
Deixe seu comentário
Pode te interessar