Domingo, 23 de junho de 2024

Porto Alegre
Porto Alegre, BR
24°
Mostly Cloudy

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui


Política Ministro Flávio Dino estreia no plenário do Supremo em ação que decide sobre mandatos de sete deputados

Compartilhe esta notícia:

Empossado no último dia 22, Dino já poderá votar no processo que discute a validade da distribuição das chamadas sobras eleitorais.

Foto: Gustavo Moreno/SCO/STF
Empossado no último dia 22, Dino já poderá votar no processo que discute a validade da distribuição das chamadas sobras eleitorais. (Foto: Gustavo Moreno/SCO/STF)

O ministro Flávio Dino participará nesta quarta-feira (28) da primeira sessão de julgamentos no plenário do Supremo Tribunal Federal (STF).

Empossado no último dia 22, Dino já poderá votar no processo que discute a validade da distribuição das chamadas sobras eleitorais, que são vagas não preenchidas na eleição para deputados e vereadores.

Apesar do julgamento já iniciado, Dino vai poder votar porque sua antecessora, a ministra Rosa Weber, não tinha apresentado o voto dela nas sessões anteriores.

O caso é o segundo item do plenário desta quarta. Tinha voltado à pauta da sessão presencial na semana passada, mas foi adiado por um pedido de vista (mais tempo para análise) do ministro Nunes Marques.

A ministra Cármen Lúcia, vice-presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), pediu celeridade no retorno à pauta, porque a Corte Eleitoral precisa definir até o dia 5 de março as regras que vão valer para as eleições de 2024.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Funeral de Navalny será realizado em 1º de março em Moscou, diz porta-voz
Brasil goleia o Panamá e garante liderança em grupo da Copa Ouro Feminina
https://www.osul.com.br/ministro-flavio-dino-estreia-no-plenario-do-supremo-em-acao-que-decide-sobre-mandatos-de-sete-deputados/ Ministro Flávio Dino estreia no plenário do Supremo em ação que decide sobre mandatos de sete deputados 2024-02-28
Deixe seu comentário
Pode te interessar