Sexta-feira, 17 de setembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fog

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Mundo Montevidéu, no Uruguai, suspende desfiles de carnaval de 2021 por causa da pandemia

Compartilhe esta notícia:

A decisão foi tomada após consulta às autoridades de saúde pública e levando em consideração documentos da OMS

Foto: Divulgação
A decisão foi tomada após consulta às autoridades de saúde pública e levando em consideração documentos da OMS. (Foto: Divulgação)

O governo de Montevidéu anunciou nesta sexta-feira (27) a suspensão de seus tradicionais desfiles de carnaval e das “Llamadas” de 2021 “devido aos riscos à saúde” que a pandemia de Covid-19 representa.

“Considerando que a organização dos desfiles implica alto risco de contágio” pelo novo coronavírus, foi decidida “a suspensão dos dois eventos”, afirmou a prefeitura da capital em nota.

A decisão foi tomada após consulta às autoridades de saúde pública e levando em consideração documentos da OMS (Organização Mundial da Saúde), acrescentou o texto.

Porém, a prefeita de Montevidéu, Carolina Cosse, esclareceu que por enquanto o concurso oficial dos grupos carnavalescos não está suspenso. O carnaval da capital uruguaia começa todo ano no final de janeiro com o desfile de grupos, que depois, ao longo de fevereiro, concorrem com apresentações no palco do Teatro de Verão.

Também em fevereiro, geralmente uma semana após o desfile do carnaval, acontece o “Desfile de Llamadas” nos bairros Sur e Palermo, em que dezenas de grupos conhecidos como “comparsas” tocam candombe, ritmo de origem africana, com seus tambores.

Ambos os desfiles atraem milhares de foliões que saem às ruas até a madrugada. O ministro da Saúde Pública, Daniel Salinas, saudou a suspensão em sua conta no Twitter. “Ação pertinente do IMM no atual contexto pandêmico”, escreveu ele.

O Uruguai, tido como referência no combate à pandemia, tinha a Covid-19 sob controle, mas nas últimas semanas o número de infecções vem crescendo. Até quinta-feira (26), 5.117 casos e 74 mortes foram contabilizados em um país de 3,4 milhões de habitantes.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Isolamento social no Brasil cresce pela primeira vez em seis meses, apontam operadoras
Peru prorroga por 90 dias estado de emergência por pandemia do coronavírus
Deixe seu comentário
Pode te interessar