Sábado, 04 de dezembro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Esporte Neymar aclamado, pedidos de Gabigol e vibração: o reencontro da Seleção com a torcida

Compartilhe esta notícia:

Atacante revelado pelo Santos completará 30 anos em fevereiro. (Foto: Lucas Figueiredo/CBF)

Mais de 800 dias depois da última vez que o time jogou com torcida, a Seleção Brasileira voltou a se apresentar diante dos olhos de torcedores em grande estilo: goleada sobre o Uruguai por 4 a 1, na quinta-feira, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

Na Arena da Amazônia, o clima foi de festa, vibração e apoio. Algo já esperado por todo o clima que tinha se desenrolado na cidade desde segunda-feira, quando o Brasil desembarcou em terras barés.

Em campo, uma vitória contundente da Seleção e que poderia ter sido até por um placar maior. Fora dele, aplausos por Neymar, Lucas Paquetá e pedidos por Gabigol – que logo se tornaram sons de alegria quando o jogador do Flamengo entrou em campo.

Neymar e Gabigol, inclusive, foram os jogadores mais aclamados pelo público em Manaus. O camisa 10 recebeu gritos de incentivo desde o anúncio dos times, até mesmo antes da bola rolar. Pelo lado do segundo, até por grande parte da torcida local ser flamenguista, ele foi um dos mais elogiados.

A entrada dos torcedores na Arena da Amazônia foi marcado por paz, mesmo cenário encontrado com a bola rolando: nenhuma briga, músicas e apoio para a Seleção.

Quem agradeceu, claro, foram os comandados por Tite. O Brasil voltou a jogar bola como há muito tempo não se via e conseguiram uma importante vitória.

Fred comenta partida

O meio-campista Fred foi titular da equipe comandada por Tite e teve boa exibição. Após o jogo, ele comentou sobre o desempenho na partida, considerada “uma das melhores” que fez pela Seleção.

“Muito feliz pela vitória, um grande jogo da equipe, fizemos por merecer. Acho que foi uma das melhores partidas que fiz pela Seleção, participando mais do ataque, defendendo bem. Creio que foi uma grande partida de todos, estou muito feliz com a minha atuação e a de todos”.

O meio-campista do Manchester United falou a respeito de sua função com a Amarelinha e revelou diálogo com Tite: “A gente conversa muito sobre esse papel de segundo volante, na Europa eles falam ‘box-to-box’. Gosto de jogar assim, até prefiro. No United, jogo um pouco mais atrás, mas prefiro mesmo é chegar ali no ataque, ajudando os atacantes.”

Ele também citou a importância de Fabinho, “um grande jogador”, e mencionou as opções para o meio de campo: “Infelizmente, é meu rival lá na Inglaterra [defende o Liverpool], vem jogando bem, fico feliz pela partida dele, está de parabéns. Temos grandes jogadores da posição, é importante essa briga sadia. Tem o Casemiro, o Fabinho, eu posso fazer ali, o Douglas também, foi importante essa partida para ele.”

Por fim, Fred comentou sobre a assistência para o primeiro gol da Seleção: “A gente está participando da construção, a bola rodou dos lados, tivemos paciência. A bola chegou no Raphinha, a defesa dobrou. Eu estava atrás, vi a movimentação do Neymar, consegui achar um bom passe para ele. Um bom lance para abrir o placar, mais uma assistência e mais um gol do Neymar.”

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Em Manaus, Seleção Brasileira aplica goleada de 4 a 1 no Uruguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo
Arnaldo Cezar Coelho revela convite da Confederação Brasileira de Futebol e critica excessos do VAR: “Árbitros perderam autoridade”
Deixe seu comentário
Pode te interessar