Quarta-feira, 23 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
12°
Fair

Rio Grande do Sul O Exército deve assumir a obra de construção de barragem na cidade gaúcha de Bagé

Compartilhe esta notícia:

Representantes do 1° Batalhão Ferroviário de Lages (SC) realizaram visita técnica ao local. (Foto: Divulgação/Exército)

Representantes do 1° Batalhão Ferroviário do Exército em Lages (SC) realizaram uma visita técnica à área da Barragem da Arvorezinha, em Bagé (Região da Campanha), no Rio Grande do Sul. Eles queriam conhecer os detalhes do projeto da obra, bem como a estrutura já existente. Na semana passada, durante viagem à cidade, o presidente Jair Bolsonaro havia sinalizado apoio à iniciativa.

Na ocasião, o prefeito Divaldo Lara solicitou que a obra seja priorizada, devido à sua importância para a cidade. “Estamos sendo atendidos de maneira muito ágil e responsável. As nossas expectativas são as melhores possíveis”, frisou Divaldo durante o encontro com o chefe do Executivo federal.

Durante a visita, o capitão Davi Martins Chagas, chefe de Operações do 1° Batalhão Ferroviário do Exército, mostrou-se satisfeito com o que viu no local: “Estamos aqui para verificar as condições técnicas da obra, as instalações, o que já foi feito, a fim de levarmos um parecer aos nossos superiores para ser realizada uma análise da possibilidade de fazermos a obra”.

Questionado a respeito de prazos para a construção, caso a parceria com a Força Armada seja efetivada, ele não informou um prazo exato, mas manifestou o desejo de que o processo seja finalizado o quanto antes:

“O próprio presidente Jair Bolsonaro mostrou o interesse em fazer a obra, então vamos providenciar tudo o mais rápido possível, a fim de ajudar a população de Bagé”.

O diretor-geral do Daeb (Departamento de Água, Arroios e Esgotos de Bagé), Eduardo Mendes, salientou a importância da visita dos militares vinculados à unidade catarinense. “Este é um dia muito importante”, definiu.

“Depois de uma semana de tratativas em Brasília, juntamente com o prefeito, buscando dar continuidade às obras da barragem, nós fomos coroados com a visita do presidente em Bagé, e hoje já estamos recebendo esta equipe para realizar o levantamento”, acrescentou. Estamos otimistas que em breve possamos começar esta obra a fim de terminarmos com o problema histórico de falta de reserva hídrica.”

Projeto da Barragem

A primeira fase da obra da Barragem da Arvorezinha consiste na execução de um canal de aproximação, vertedouro, ensacadeira e tomada de água. Após a finalização dessa etapa inicial, a previsão é de que Bagé conte com uma nova reserva de 2,8 milhões de metros cúbicos de água.

Atualmente, a cidade possui uma reserva de 4,2 milhões de metros cúbicos. Assim, depois de finalizada a primeira etapa da nova barragem, o armazenamento de água da cidade aumentará para mais de 7 milhões de metros cúbicos.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

O ministro da Justiça admite a existência de relatório de inteligência sobre servidores públicos opositores do governo
Cientistas afirmam que teste rápido que detecta coronavírus pela saliva pode ser opção barata e eficaz
Deixe seu comentário
Pode te interessar