Sábado, 25 de maio de 2024

Porto Alegre
Porto Alegre, BR
11°
Light Drizzle

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Carlos Alberto Chiarelli O governo no Brasil

Compartilhe esta notícia:

Esta coluna reflete a opinião de quem a assina e não do Jornal O Sul. O Jornal O Sul adota os princípios editorias de pluralismo, apartidarismo, jornalismo crítico e independência.

Vive-se um momento não só complexo, mas confuso, no quadro político administrativo do Brasil, descontando-se, desde logo, o pouco inspirado no palavreado que passeia da presunção duvidosa até a afirmação que se pensa fazer verdadeira por cercá-la da proteção oficiosa que julga não ter compromisso com a idoneidade e com a informação.

É fazermos um pacto de convicção que, ante o não prometido, garanta a vacina elaborada pelo confiável laboratório da História, que revela não a multi promessa de manchetes, nem a formulação do ingrediente sem a comprovação do resultado.

Há uma desconfiável dúvida da opinião pública quando se depara com o prometido pelas aspirantes ao poder sob a fórmula de milagre. A radicalização do dever de criar custe o que custar é na relação do Poder Público perante a cidadania (seja a massa trabalhadora, seja o empreendedor que investe, o profissional autônomo ou o comerciante que vende e compra ou troca bem) um dever permanente.

Quando se tem um país – o nosso – tão grande, com tantas pessoas nativas e os que se adaptam pela adoção de seus princípios e valores, dirigi-lo pelo cumprimento do mandato presidencial, que deve ser, na democracia, fruto da vontade majoritária da sociedade exercida por lei do voto; se estabeleceria, como se firma, um entendimento que faz lembrar, ainda que sobre um tema que tem a sua especificidade, as negociações coletivas do Direito de Trabalho. Agora, o presidente constatou ter recebido um impacto depressivo; isto é, os resultados advindos do instituto de pesquisa nacional, que pôs à disposição números que dão em queda o desempenho do governo, posto que, pela primeira vez, é minoritário.

O presidente que cultiva em certos momentos um “narcisismo” que alimenta a sua pretensão de que algo que esteja sob sua direção sempre irá bem porque ele tem o dom (por ser dotado de uma espécie de divindade popular amparado por um poder maior que lhe permite sempre o mais pela força do número desejado, em geral pela sedução de maiorias que lhes são, por um vínculo histórico, solidárias).

Neste momento, o presidente, apercebendo-se da sua imagem em queda (aliás, tanto a sua pessoal, quanto a do governo como um todo), se dá conta (impossível que não lhe ocorra) de ter formado um ministério majoritariamente despreparado. Ao organizá-lo, envenenou de desqualificação justamente o órgão que deve ser o de múltipla execução num governo. Até hoje, não fosse a evidência dos números, alimentados pela estatística científica, chega-se a desconfiar (face a sua pretensão de poder popular) que estaríamos perante um titular do Poder Executivo nacional que vem errando continuamente e que nem ele, nem seus assessores mais próximos se apercebem do quanto se comete de erros num momento tão importante para o país. O presidente, que dá a impressão de não saber que o seu governo e a sua imagem pessoal decaíram mês após mês, chama, agora, seus ministros e os responsabiliza pelo trágico quadro por que passa o país.
Parece que Lula é o único brasileiro que não acredita em gol contra, mesmo quando é ele mesmo o marcador.

Carlos Alberto Chiarelli foi ministro da educação e ministro da integração internacional. (E-mails para carolchiarelli@hotmail.com)

Esta coluna reflete a opinião de quem a assina e não do Jornal O Sul.
O Jornal O Sul adota os princípios editorias de pluralismo, apartidarismo, jornalismo crítico e independência.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Carlos Alberto Chiarelli

Notícias da Assembleia Legislativa do RS
Atenção plena
https://www.osul.com.br/o-governo-no-brasil/ O governo no Brasil 2024-03-23
Deixe seu comentário
Pode te interessar

Carlos Alberto Chiarelli Crônicas da água

Carlos Alberto Chiarelli Da água, do fogo, da natureza

Carlos Alberto Chiarelli A volta do prisioneiro