Quarta-feira, 15 de Julho de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
13°
Fair

Mundo Obama proíbe confinamento solitário de menores em prisões federais

Compartilhe esta notícia:

Presidente publicou artigo no jornal The Washington Post. (Foto: Reprodução)

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, anunciou na segunda-feira o fim do regime de isolamento para jovens detidos nas prisões federais, lembrando o caso do adolescente que suicidou-se após dois anos na solitária pelo roubo de uma mochila. Obama, que tenta reformar o sistema penitenciário norte-americano antes do fim de sua gestão, quer reduzir o número de pessoas nas prisões, cortar o recurso ao regime de isolamento e acabar com as penas mínimas obrigatórias.

Em artigo no jornal The Washington Post, o presidente defendeu que o recurso ao isolamento para jovens presos é usado com demasiada frequência e pode ter terríveis efeitos psicológicos. Ele anunciou uma série de ações que proíbem que os guardas das penitenciárias coloquem responsáveis por “infrações menores” na solitária.

Essas reformas devem afetar cerca de dez mil presos, e o presidente americano disse esperar que sirvam de modelo para os diferentes Estados do país. “Como é que podemos sujeitar os reclusos a um regime de isolamento desnecessário, sabendo dos seus efeitos, e depois esperar que eles regressem à comunidade como cidadãos plenos?”, escreveu. “Isso não nos torna mais seguros. Afronta a nossa humanidade”, acrescentou. O artigo de Obama é intitulado “Por que é que temos de repensar o regime de isolamento”. (Agência Lusa/ABr)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Combate à dengue terá apoio de 20 mil militares do Exército no Estado
Município de Portugal se negou a votar na eleição presidencial
Deixe seu comentário
Pode te interessar