Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
16°
Fog

Rio Grande do Sul Pelotas atinge 100% de ocupação em leitos de UTI adulto para o coronavírus

Compartilhe esta notícia:

Os novos pacientes terão que ser transferidos para outros municípios do Estado

Foto: Divulgação/SES
Os novos pacientes terão que ser transferidos para outros municípios do Estado. (Foto: Divulgação/SES)

Pelotas, no Sul do Estado, atingiu na noite desta quarta-feira (12) 100% de ocupação nos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) adulto exclusivos para covid-19. A informação foi confirmada pela secretária municipal de Saúde, Roberta Paganini. O município possui 35 leitos, sendo 30 para adultos que estão ocupados e cinco pediátricos – destes, apenas quatro ainda estão à disposição.

Com a lotação nos leitos adultos, a Secretaria Municipal de Saúde está colocando os pacientes no Cadastro de Gerenciamento de Internação do Estado. As pessoas que precisarem ser internadas em leitos de UTI terão que ser transferidos para outras cidades.

O município tem estrutura pronta para abertura de 30 novos leitos que estão alugados, mas faltam profissionais da saúde para trabalhar nestes leitos. A prefeitura aguarda a contratação de uma empresa terceirizada que poderá admitir trabalhadores. Além disso, a cidade aguarda do governo federal o repasse de médicos de outras regiões do país pelo programa Conta Comigo.

Um novo lockdown não é descartado para os próximos dias em Pelotas. A prefeitura ainda irá avaliar com o Comitê Técnico de Enfrentamento à Covid-19 a possibilidade de medidas mais duras para a próxima semana. Com o lockdown, o município atingiu um percentual significativo de isolamento social, 78,4% das pessoas ficaram em casa no último final de semana.

Os dados mais recentes, desta quinta-feira (13), mostram que Pelotas tem 1.547 casos confirmados de coronavírus e 41 mortes.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Após quatro meses de queda, setor de serviços no Brasil cresce 5% em junho
Feminicídios caem 86% em julho e revertem acumulado do ano no Rio Grande do Sul
Deixe seu comentário
Pode te interessar