Quarta-feira, 19 de junho de 2024

Porto Alegre

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui


Saúde Pescoço, braço ou pulso: qual é a melhor região para fixar o cheiro do perfume? Dermatologista responde

Compartilhe esta notícia:

Assunto viralizou nas redes sociais com influenciadoras, como Tassiane Cruz, dando dicas e técnicas para passar as fragrâncias. (Foto: Reprodução/Instagram)

Você já deve ter ouvido falar que passar o perfume no pulso é melhor para fixar o cheiro, pois os vasos sanguíneos na região estão mais próximos da pele. Porém, especialistas afirmam que não há um estudo científico que comprove essa relação. Nas redes sociais, influenciadoras sociais também dão algumas dicas de como fixar o cheiro do perfume no corpo e “te deixar mais cheiroso”.

Anna Luiza Teixeira Santos, por exemplo, ensina uma técnica que ela criou e apelidou de “A Técnica das 3 camadas”. Segundo a influenciadora, consiste em aplicar o perfume três vezes em três áreas específicas do corpo. São elas: uma no ombro, uma no antebraço e outra no braço; três na região do pescoço (fazendo um triangulo), e outras três, repetindo as fragrâncias no ombro, braço e antebraço.

Após as borrifadas, ela afirma que é necessário aplicar um creme hidratante nas mesmas áreas e por fim, repetir o processo do perfume mais uma vez.

A influenciadora Tassiane Cruz, recomenda aos seus seguidores a técnica do 8 para perfumes mais leves e fragrâncias florais. O método consiste em aplicar pequenas notas do perfume a partir do antebraço, passando pelo pescoço e seguindo até o outro antebraço. Cruz afirma que não se deve passar a fragrância nos punhos.

A dermatologista e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Patricia Ormiga, diz que as técnicas podem até fazer sentido se pensarmos que quanto maior a região em que o perfume será aplicado, maior será sua fragrância e mais cheirosa a pessoa poderá ficar por mais tempo. Porém, ela explica que além do cheiro, é preciso ficar de olho na segurança.

“As fragrâncias, principalmente as mais cítricas, têm componentes como a bergamota, que são fotosensibilizantes e podem queimar a pele quando exposta ao sol. Se aplicadas em regiões que têm contato direto com o sol, como os braços, antebraços, e até uma parte do pescoço, a pessoa pode sofrer queimaduras e ter manchas na pele”, explica.

Ormiga explica que por essa razão é recomendado colocar atrás da orelha, por exemplo, pois é um local mais escondido e seguro. A especialista diz que não é recomendado, em hipótese alguma passar o perfume no rosto. Além do risco de queimaduras, por ser um produto oleoso, pode causar espinhas.

“O paciente pode até desenvolver uma Poiquilodermia de Civatte que evolui com manchas no pescoço. Ela pode ocorrer por fatores genéticos e por exposição cumulativa ao sol, mas perfumes podem estar relacionados ao seu surgimento.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Treinar com o estômago vazio queima mais caloria? 5 mitos (ou verdades) sobre a atividade física
Google tenta melhorar resultados de pesquisa com IA generativa
https://www.osul.com.br/pescoco-braco-ou-pulso-qual-e-a-melhor-regiao-para-fixar-o-cheiro-do-perfume-dermatologista-responde/ Pescoço, braço ou pulso: qual é a melhor região para fixar o cheiro do perfume? Dermatologista responde 2024-05-25
Deixe seu comentário
Pode te interessar