Sábado, 04 de Abril de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
17°
Partly Cloudy

Rio Grande do Sul Assembleia Legislativa gaúcha começa a votar projetos do governo nesta terça

Deputados aprovaram convocação extraordinária

Foto: Celso Bender /ALRS
Foram 34 votos favoráveis e 15 contrários. (Foto: Celso Bender/ALRS)

Após quase duas horas de discussão, o plenário da Assembleia Legislativa aprovou, na tarde desta segunda-feira (27), em sessão extraordinária, o requerimento do governador Eduardo Leite que convoca extraordinariamente a Assembleia Legislativa no período compreendido entre os dias 22 a 31 de janeiro de 2020 (RDI 1 2020). Foram 34 votos favoráveis e 15 contrários.

Antes da deliberação, o plenário fez um minuto de silêncio pelo falecimento do ex-deputado Ibsen Pinheiro na última sexta-feira (24). O velório ocorreu no sábado no Salão Júlio de Castilhos, no Palácio Farroupilha. Foi no Parlamento gaúcho que ele encerrou sua carreira política, tendo assumido vaga na bancada do MDB durante a 54ª Legislatura.

Próximas sessões

Conforme deliberação dos líderes da Casa, antes da sessão, os nove projetos que integram a convocação extraordinária começam a ser apreciados em plenário às 14h e às 18h de terça-feira (28). Na quarta, quinta e sexta-feira, os parlamentares devem se reunir em três sessões: às 9h, 14h e 18h para vencer a pauta. As sessões extraordinárias, de acordo com o Regimento Interno da Assembleia Legislativa do Estado, têm duração de quatro horas, sendo improrrogáveis.

Confira a ordem de votação dos projetos do governo a partir de terça-feira:

– PEC 285 2019, que altera os artigos 27, 29, 31, 33, 38, 39, 40, 41, 46 e 47 da Constituição do Estado do Rio Grande do Sul, e dá outras providências. É preciso votação em dois turnos, com intervalo de três sessões entre elas.

– PL 500 2019, que altera a Lei nº 13.778, de 30 de agosto de 2011, que dispõe sobre a quitação de dívidas do Estado do Rio Grande do Sul mediante dação em pagamento de seus imóveis dominicais, a Lei nº 14.954, de 30 de novembro de 2016, que cria o Programa de Aproveitamento e Gestão dos Imóveis no âmbito do Estado do Rio Grande do Sul, autorizando o Poder Executivo a alienar bens imóveis próprios e de suas autarquias por meio de leilão, permuta por outros imóveis públicos ou particulares, bem como por permuta por área construída, e dá outras providências, e a Lei nº 15.304, de 30 de julho de 2019, que dispõe sobre as diretrizes para a elaboração da Lei Orçamentária para o exercício econômico-financeiro de 2020 e dá outras providências.

– PLC 509 2019, que dispõe sobre aposentadoria especial de que trata o §4º-B do art. 40 da Constituição Federal para os policiais civis integrantes do órgão a que se refere o inciso IV do caput do art. 144 da Constituição Federal e agentes penitenciários a que se refere o art. 5º da Lei Complementar nº 13.259, de 20 de outubro de 2009.

– PL 1 2020, que altera a Lei n.º 13.924, de 17 de janeiro de 2012, que institui o Sistema Estadual de Apoio e Incentivo a Políticas Estratégicas do Estado do Rio Grande do Sul – Sisaipe/RS e dá outras providências, a Lei n.º 11.853, de 29 de novembro de 2002, que institui o Programa de Apoio à Inclusão e Promoção Social e dá outras providências e a Lei n.º 13.490, de 21 de julho de 2010, que Institui o Sistema Estadual Unificado de Apoio e Fomento às Atividades Culturais – Prócultura, e dá outras providências.

– PLC 2 2020, que altera a Lei Complementar nº 10.098, de 3 de fevereiro de 1994, que dispõe sobre o estatuto e regime jurídico único dos servidores públicos civis do Estado do Rio Grande do Sul e a Lei n.º 10.002, de 6 de dezembro de 1993, que autoriza o Poder Executivo a instituir um sistema de vale-refeição no âmbito da Administração Direta e das Autarquias, e dá outras providências e a Lei Complementar nº 15.142, de 5 de abril de 2018, que dispõe sobre o Regime Próprio de Previdência Social do Estado do Rio Grande do Sul – RPPS/RS – e dá outras providências.

– PL 3 2020, que altera a Lei nº 6.672, de 22 de abril de 1974, que institui o Estatuto e Plano de Carreira do Magistério Público do Rio Grande do Sul.

– PLC 4 2020, que fixa o subsídio mensal para o Quadro de Cargos de Provimento Efetivo do Instituto-Geral de Perícias – IGP.

– PLC 5 2020, que altera a Lei Complementar n.º 13.757, de 15 de julho de 2011, que dispõe sobre o Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Militares do Estado do Rio Grande do Sul, institui o Fundo Previdenciário dos Servidores Militares – Fundoprev/Militar, e dá outras providências.

– PLC 6 2020, que fixa o subsídio mensal dos Militares Estaduais, altera a Lei Complementar 10.990, de 18 de agosto de 1997, que dispõe sobre o Estatuto dos Militares Estaduais, e a Lei Complementar 10.992, de 18 de agosto de 1997, que dispõe sobre a carreira dos Servidores Militares do Estado do Rio Grande do Sul e dá outras providências.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Banheiros do Centro Administrativo Fernando Ferrari são sinalizados com mensagens que despertam reflexões sobre diversidade
Brigada Militar comemora números da Operação Sossego, no Litoral
Deixe seu comentário
Pode te interessar