Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
19°
Mostly Cloudy

Porto Alegre Prefeitura de Porto Alegre reduz despesas e diminui o déficit das finanças do município

Marchezan apresentou os resultados no Paço Municipal

Foto: Cesar Lopes/PMPA
Marchezan apresentou os resultados no Paço Municipal. (Foto: Cesar Lopes/PMPA)

A prefeitura de Porto Alegre reduziu as despesas e diminuiu o déficit no ano passado. Segundo o Executivo municipal, graças às reformas estruturais e de gestão aprovadas pela Câmara de Vereadores, foi possível melhorar a situação financeira da Capital e projetar 2020 com perspectiva positiva.

A redução de despesas totalizou R$ 113,4 milhões. O resultado foi apresentado nesta terça-feira (21) pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior e pelo secretário municipal da Fazenda, Leonardo Busatto, no Paço Municipal.

“Enquanto reduzimos as despesas, como material de consumo e horas-extras, aumentamos repasses para creches comunitárias, saúde mental e pronto-atendimentos. Esta é a função da máquina pública. Utilizar os recursos em benefício da população”, disse o prefeito.

“Este momento é um marco, um caminho que estamos seguindo para oferecer uma cidade com um  futuro melhor. Este é o resultado de um trabalho que contou com a sensibilidade de parte da sociedade e com a  compreensão e a força daqueles que estiveram ao nosso lado nestes três anos”, afirmou.

“Podemos celebrar este momento e ter uma perspectiva de futuro muito promissora, não só para 2020, mas para as próximas gestões. Mesmo ainda não estando com as contas do Tesouro totalmente equilibradas, a tendência é sim, ao final deste ano, entregar a prefeitura com as contas no azul”, declarou o secretário municipal da Fazenda.

O resultado do Tesouro Municipal apresentou redução do déficit, que ficou em R$ 67,8 milhões, contra R$ 78,3 milhões em 2018 e R$ 359 milhões em 2017. O resultado orçamentário consolidado ficou em R$ 573 milhões e inclui o superávit do Dmae, os recursos vinculados e os da Previdência do Regime Capitalizado.

As receitas totais chegaram a R$ 6,8 bilhões, e as despesas totais ficaram em R$ 6,2 bilhões, enquanto em 2018 foram de R$ 6,7 bilhões e R$ 6,3 bilhões, respectivamente. Entre as receitas, o destaque foi o ISS, com incremento real de 2,4% em 2019, registrando R$ 1,06 bilhão contra 1,03 bilhão em 2018. O IPTU ficou em R$ 631 milhões, decréscimo de 3% em relação a 2018 (R$ 650 milhões), devido ao grande volume da arrecadação ter sido registrado em janeiro de 2020.

O ITBI registrou R$ 263,3 milhões, decréscimo de 2,6% em relação ao ano anterior (R$ 270,3 milhões).

No quesito despesas, a maior redução foi com gasto de pessoal, que ficou em R$ 3,4 bilhões em 2019, contra R$ 3,5 bilhões em 2018, uma variação de -3,6% (R$ 124,6 milhões).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Trensurb transportou 48 milhões de passageiros em Porto Alegre e na Região Metropolitana em 2019
Setor agrícola e governo estadual realizam reunião para tratar da estiagem
Deixe seu comentário
Pode te interessar