Segunda-feira, 19 de Abril de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
21°
Fair

Brasil Primeiro satélite totalmente brasileiro chega à órbita com sucesso e inicia transmissão

Compartilhe esta notícia:

Programa permitirá teste de nova plataforma multimissão brasileira.

Foto: Divulgação/MCTI
Programa permitirá teste de nova plataforma multimissão brasileira. (Foto: Divulgação/MCTI)

Em apenas 17 minutos após o lançamento, 1h54 (horário de Brasília), o satélite Amazonia, o primeiro totalmente brasileiro, 1 alcançou o destino a 752 quilômetros de altitude da superfície da Terra neste domingo (28).

O lançamento ocorreu a partir do Centro Espacial Satish Dhawan, na cidade de Sriharikota, na Índia, e marcou dois avanços tecnológicos do país: o domínio completo do ciclo de desenvolvimento de um satélite – conhecimento dominado por apenas vinte países no mundo – e a validação de voo da Plataforma Multimissão (PMM), que funciona como um sistema adaptável modular que pode ser configurado de diversas maneiras para cumprir diferentes objetivos. A afirmação foi feita por Mônica Rocha, diretora substituta do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Monitoramento

Com seis quilômetros de fios e 14 mil conexões elétricas, o satélite tem por objetivo fornecer dados de sensoriamento remoto para observar e monitorar o desmatamento, especialmente na região amazônica, além de monitorar a agricultura no país.

O lançamento do satélite – fruto de uma parceria entre o programa espacial brasileiro e a Índia – foi comemorado por técnicos, engenheiros e demais membros da equipe de desenvolvimento tecnológico do equipamento.

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes, acompanhou diretamente do centro de controle da missão na Índia, e fez questão de reafirmar a parceria entre os dois países. “Este momento representa o ápice desse esforço [de desenvolvimento do projeto], feito por tantas pessoas. Esse satélite tem uma missão muito importante para o Brasil. Essa parceria [entre Brasil e Índia] vai crescer muito. Portanto, muito obrigado pelo lindo lançamento, lindo foguete e por todo o esforço. As bandeiras [da índia e do Brasil] representam exatamente o que estamos fazendo aqui hoje: uma relação cada vez mais forte”, discursou o ministro para a equipe indiana após o anúncio do sucesso da missão.

O Amazonia 1 foi desenvolvido pelo Inpe em parceria com a AEB (Agência Espacial Brasileira) – órgãos ligados ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações. Foi colocado em órbita pela missão PSLV-C51, da agência espacial indiana ISRO (Indian Space Research Organisation).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Mega-Sena: Aposta do Rio leva sozinha prêmio de 49 milhões de reais
Insumo para produzir 12 milhões de doses de vacina de Oxford chega ao Rio de Janeiro
Deixe seu comentário
Pode te interessar