Domingo, 23 de janeiro de 2022

Porto Alegre
Porto Alegre
33°
Fair

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSA NEWSLETTER

Receba gratuitamente as principais notícias do dia no seu E-mail ou WhatsApp.
cadastre-se aqui

RECEBA NOSSA NEWSLETTER
GRATUITAMENTE

cadastre-se aqui

Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul tem mais 17.416 testes positivos de coronavírus, novo recorde para um só boletim diário no Estado

Compartilhe esta notícia:

Índice de ocupação de UTIs estava em 54,7% na noite desta segunda-feira. (Foto: EBC)

Balanço oficial divulgado nesta terça-feira (18) acrescentou 17.416 novos testes positivos de coronavírus no Rio Grande do Sul, o que na prática implica novo recorde de notificações em um só relatório diário da Secretaria Estadual da Saúde (SES). O número mais alto até então (14.345) havia sido registrado em 14 de janeiro.

Cabe fazer a ressalva que, em âmbito estatístico, houve uma quantidade ainda maior de contágios contabilizados por apenas um boletim: 64.056, em 23 de julho de 2021. Mas naquela ocasião tratava-se de um documento atípico, por incluir de uma só vez milhares de dados represados por defasagem e revisão.

Com a atualização, acumulam-se mais de 1,61 milhão de contágios de gaúchos pelo coronavírus em 22 meses de pandemia. Já as perdas humanas para a doença chegaram a 36.552, com a inclusão de 22 mortes mais recentes.

Os falecimentos mencionados pelo relatório abrangem indivíduos com idades entre 24 e 92 anos, com ampla maioria de idosos (apenas três vítimas não se enquadram neste segmento populacional). Eles são mencionados a seguir, em ordem alfabética conforme cidade onde residiam (e não do hospital onde ocorreu o falecimento), sendo também informado o gênero (feminino ou masculino) e idade.

– Veranópolis (mulher, 24 anos);
– Passo Fundo (homem, 43 anos);
– Lajeado (mulher, 59 anos);
– Porto Alegre (homem, 63 anos);
– Porto Alegre (mulher, 63 anos);
– Estrela (mulher, 64 anos);
– Porto Alegre (homem, 64 anos);
– Encantado (mulher, 68 anos);
– Porto Alegre (homem, 71 anos);
– Santo Ângelo (homem, 71 anos);
– Santa Maria (mulher, 77 anos);
– Porto Alegre (homem, 79 anos);
– Cruzeiro do Sul (homem, 80 anos);
– Panambi (homem, 80 anos);
– Capão da Canoa (homem, 84 anos);
– Alvorada (mulher, 85 anos);
– Porto Alegre (homem, 87 anos);
– Bagé (mulher, 89 anos);
– Santo Ângelo (mulher, 89 anos);
– Porto Alegre (mulher, 90 anos);
– Rio Grande (homem, 90 anos);
– Santa Maria (mulher, 92 anos).

Curiosamente, apenas uma dentre todas as 497 cidades gaúchas ainda não registra qualquer óbito por covid. É Novo Tiradentes, localizada na Região Norte do Estado e que acumula 179 testes positivos desde o começo da pandemia, oito dos quais informados pelo boletim desta terça-feira.

Outros dados sobre a pandemia

Dentre os infectados até agora, ao menos 1.494.712 (93%) já se recuperaram, em todos os 497 municípios gaúchos. Outros 80.928 (5%) são casos ativos (em andamento), o que abrange desde os assintomáticos em quarentena domiciliar até casos graves atendidos em hospitais. 

A taxa média de ocupação das unidades de terapia intensiva (UTIs) por adultos estava em 54,7% no início da noite, de acordo com o painel de monitoramento covid.saude.rs.gov.br.

Esse índice resulta da proporção de 1.732 pacientes para um total de 3.169 leitos da modalidade em 301 hospitais. Já o total de internações pela doença desde março de 2020 chega a 114.941 (7%).

Vacinação

Um dia depois de reiniciar a exibição de dados atualizados sobre a campanha de vacinação contra covid (paralisados durante 39 dias por causa do ataque cibernético aos sistemas do Ministério da Saúde), nesta terça-feira o painel on-line do governo gaúcho voltou a apresentar defasagem. O problema já havia sido previsto na véspera pela Secretaria Estadual da Saúde (SES).

Com isso, quem acessou a plataforma vacina.saude.rs.gov.br nesta quarta-feira encontrou números e índices restritos à atualização do dia 17. De acordo com o órgão, a recuperação estatística divulgada na segunda-feira teve por base o envio parcial dos dados pela pasta federal:

“Ainda é preciso aguardar mais informações do Ministério para uma análise completa de alguns relatórios. Devido ao grande volume de dados acumulados [de 9 de dezembro a 17 de janeiro], é provável que ainda sejam registradas instabilidades e, com isso, não ocorra atualização diária”.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Vacinação contra covid para crianças de 5 a 11 anos começa nesta quarta-feira em todo o Rio Grande do Sul
Plataforma on-line sobre vacinação contra covid no Rio Grande do Sul volta a ficar desatualizada
Deixe seu comentário
Pode te interessar