Sábado, 16 de Janeiro de 2021

Porto Alegre
Porto Alegre
24°
Light Rain with Thunder

Viagem e Turismo Saiba por que Portugal é um dos melhores países para os viajantes

Compartilhe esta notícia:

Localizado ao sul de Portugal, o Algarve é recheado de lindas praias, cercadas por falésias. (Foto: Reprodução)

Demorou para Portugal ser reconhecido como um dos principais destinos da Europa, mas esse dia chegou. Se antes nunca tivera o glamour de Paris e Londres, o charme de Amsterdã ou a popularidade de Barcelona e Madri, hoje o país se consolidou no mapa turístico do Velho Continente. E a cada ano, a “terrinha” arrebata premiações e atrai viajantes por se colocar como um dos melhores lugares para fazer turismo.

Aproveitando suas belezas e riquezas históricas, além do fato de ser um país barato para viajar, Portugal já pode se considerar definitivamente inserido entre os destinos mais procurados de seu continente. O resultado disso é o aumento na chegada de turistas ao país. Em 2019, foram 28 milhões de viajantes pelo país. Para efeito de comparação, o Brasil recebe, em média, 6,5 milhões de turistas por ano.

O fato de Portugal ser um dos destinos “queridinhos” do momento não se resume apenas ao preço ou às facilidades de deslocamento por ser um país pequeno. Há diversas particularidades que fazem parte da sedução. E 10 delas estão aqui nesta lista bem explicadas pelo Escolha Viajar. Mas lembrando: como ainda não é recomendável viajar por causa da ativa pandemia do novo coronavírus, o melhor é apenas se planejar para eventuais viagens no futuro. Confira, então, os motivos que fazem de Portugal um dos destinos do momento:

1-Praias belíssimas

Para os amantes de praia, o Algarve merece a sua visita. Localizado ao sul de Portugal, o Algarve é recheado de lindas praias, cercadas por falésias. A temperatura da água não ajuda muito, e é preciso uma dose de coragem para entrar no mar gelado, mas é certamente um dos passeios mais bacanas do país. E se você alugar um carro para dirigir entre Lagos e Faro, vai ter a melhor experiência possível, podendo parar em diversas praias no caminho.

2-Noites agitadas

As duas principais cidades de Portugal são um prato cheio para os boêmios. Em Porto, é possível badalar até altas horas ou simplesmente tomar umas cervejas com petiscos em um bar qualquer na Rua Galeria de Paris e seus arredores, pertinho da Torre de Clérigos. Já em Lisboa, o Bairro Alto dá a partida para quem quer curtir a noitada em suas ruas estreitas e com bares lado a lado dividindo espaço com as casas. O melhor é que sempre dá para encontrar um lugarzinho aconchegante e com preços justos, seja para jantar ou somente para beber.

3-Preços camaradas

O “efeito Europa” não faz parte de Portugal quando o assunto são os preços. Diferentemente do que acontece em países como França, Inglaterra e Alemanha, o custo para o turista é baixo. No Bairro Alto, em Lisboa, por exemplo, dá para comer um prato típico por cerca de 10 euros. Em Porto, encontram-se preços até mais baixos, mesmo no Cais da Ribeira, uma região de alta concentração turística, à beira do Rio Douro.

4-Palácios e castelos

Por ser um país muito antigo, parte da riqueza turística de Portugal está em palácios e castelos. Em Sintra, uma cidade que fica a 30 minutos de Lisboa, é possível conhecer o Palácio da Pena, o Palácio Nacional, o Castelo dos Mouros e muitos outros lugares. Nesse trajeto, também está o Palácio de Queluz, onde D. Pedro I viveu durante a infância e também morreu.

5-Igrejas e mosteiros

O lado religioso é um dos pontos fortes do turismo em Portugal. É impossível não se encantar pelas catedrais e mosteiros espalhados pelo país. Entre os destaques estão o Mosteiro dos Jerônimos, o Mosteiro de Batalha e a Basílica de Nossa Senhora de Fátima. Mas não dá para deixar de lado o Santuário de Bom Jesus do Monte, em Braga, a Sé Velha, uma igreja datada do século 12, em Coimbra, e a Igreja de São Francisco e todo seu ouro, em Porto.

6-Clima agradável

A temperatura é outro fator que diferencia Portugal do restante da Europa. Mesmo nos meses de inverno, o frio não é tão rigoroso quanto nos outros países. E no sul, em especial, a temperatura não chega a cair tanto. Ao mesmo tempo, o verão tem altas temperaturas, o que favorece os viajantes que chegam ao país em busca das belas praias. E ao fim da estação mais quente, o clima fica bem agradável. ainda sem as chuvas do inverno. Por isso, para fugir da chuva, evite os meses de novembro a março.

7-Gastronomia típica

Mesmo aqueles que não fazem questão de apreciar comidas típicas em viagens vai acabar se entregando à culinária portuguesa. No Algarve e em Lisboa, se destacam os frutos do mar. No Alentejo e no norte do país, as carnes de porco. E ainda tem a francesinha, no Douro. As linguiças e os embutidos também estão entre as boas pedidas em um cardápio. E não é só isso. Os pães, recheados ou não, e doces, como o conhecidíssimo pastel de Belém, os pães de ló e os ovos moles, também conquistam o paladar dos turistas.

8-Bebidas deliciosas

A gastronomia portuguesa não caminha sozinha. Puxadas pelos vinhos (branco, tinto e verde), as bebidas também estão entre os fortes na “terrinha”. Um dos mas típicos é a sangria, uma mistura de vinho com frutas e açúcar que é extremamente refrescante no verão. Outra boa pedida é a ginjinha, um licor típico da cidade de Óbidos. Nem as cervejas artesanais deixam a desejar no país. Mas a fama maior ainda pertence ao vinho do Porto. E o melhor, com preços bem baixos em relação ao que é praticado no Brasil.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Viagem e Turismo

Saiba qual a poltrona mais segura do avião em tempos de coronavírus
A única praia de nudismo do Rio reabre, mas “peladões” têm que usar máscaras
Deixe seu comentário
Pode te interessar