Quarta-feira, 21 de Outubro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
22°
Mostly Cloudy

Mundo Uma universidade aconselha as alunas a usarem roupas compridas na formatura: A recomendação por e-mail revoltou a comunidade acadêmica

Compartilhe esta notícia:

Estudantes belgas de medicina receberam conselho por e-mail. (Foto: Reprodução)

Uma universidade belga pediu desculpas às suas alunas após estudantes receberem um e-mail sugerindo que usassem vestidos compridos na cerimônia de colação de grau.

O fato ocorreu com as estudantes de medicina da ULB (Universidade Livre de Bruxelas). O e-mail dizia que, “por questões de estética, é aconselhável que as mulheres usem vestido ou saia com um decote harmonioso”. O e-mail acrescentava: “É claro que esse conselho não é obrigatório”. A única recomendação que os estudantes homens receberam foi para usar um terno.

O comunicado gerou grande reação na internet. Uma imagem da mensagem foi compartilhada por um grupo do Facebook e centenas de internautas condenaram o que chamaram de “pequeno escândalo”, além de acusar a universidade de ser sexista.

Uma aluna escreveu: “Ninguém tem o direito de lhe dizer como você deve se sentir em sua própria pele. Ninguém tem o direito de lhe dizer como se vestir. Ninguém pode lhe dizer como cumprir o seu papel enquanto mulher”.

A Universidade publicou comunicado em suas redes sociais em que pedia desculpas a todas as estudantes que receberam a mensagem. “O conselho foi inapropriado e vai contra os valores defendidos pela universidade”, dizia. O diretor da Faculdade de Medicina falou que também se estranhou ao saber do ocorrido. (AE)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Os Estados Unidos lançam um interceptador de míssil balístico a partir de uma base na Califórnia
Senado conclui votação de PEC que põe fim ao foro privilegiado e texto vai à Câmara
Deixe seu comentário
Pode te interessar