Sexta-feira, 18 de Setembro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
25°
Fair

Magazine Zilu perde pensão de Zezé, mas quer 15 milhões de reais na Justiça

Compartilhe esta notícia:

Zezé e Zilu mantêm sociedade em empresasZezé e Zilu mantêm sociedade em empresas. (Foto: Reprodução/Instagram)

Divorciados desde 2014, Zezé Di Camargo e Zilu ainda brigam na Justiça pela partilha de bens. A ex-mulher do sertanejo acaba de perder três ações contra o ex-marido, referentes à divisão da fortuna do sertanejo. Em um dos processos, iniciado em 2018, a mãe de Wanessa pede uma pensão vitalícia ao cantor. O pedido foi negado na última terça-feira pela juíza Natalia Assis.

Até o ano passado, Zilu recebia mensalmente uma pensão alimentícia de R$ 100 mil. A mesma quantia, no entanto, vem sendo depositada todo mês na conta de Zilu, mas é referente a um outro acordo que ela fez com Zezé para receber em dinheiro a parte dela da fazenda “É o amor”, localizada em Goiânia e adquirida quando eles eram casados.

R$ 3,6 milhões parcelados 

Segundo o advogado de Zezé, o sertanejo e a ex-mulher fizeram um acordo na época da partilha de bens em que Zilu ficaria com alguns imóveis e uma quantia de R$ 3,6 milhões referentes à parte dela na famosa fazenda. Essa quantia seria paga em 20 parcelas de R$ 100 mil. A última parte desse montante será depositada agora em setembro. Após isso, Zilu não receberá mais dinheiro do ex-marido.

“Quando ocorreu o divórcio, foi acordado entre eles que Zilu receberia uma pensão alimentícia de R$ 100 mil, até que alguma empresa deles desse lucro. Chegou um certo momento que eles venderam uma porcentagem da empresa, que já daria até mais que os R$ 100 mil por mês para ela. A partir desse momento, Zezé não era mais obrigado a pagar pensão e foi continuando a pagar, até que ela entrou com o processo no final de 2018. A pensão alimentícia acabou no ano passado. Já os R$ 100 mil que ela está recebendo por mês é do acordo referente aos bens da partilha. A última parcela desse valor será paga em setembro deste ano”, explica o advogado Cesar Miano ao EXTRA, afirmando que Zilu assinou o documento na frente dos filhos dizendo que não teria mais pensão desde que alguma empresa dos dois desse lucro para ela.

Zilu tem pedido de anulação de acordo negado

Zilu, no entanto, briga na Justiça para receber mais R$ 15 milhões da partilha de bens e também a ter direito a cachês de shows e projetos que o sertanejo realizou após o divórcio. No ano passado, ela entrou com uma segunda ação contra Zezé pedindo a anulação de todos os acordos que os dois fizeram. Ela alega ter sido vítima de ameaça e golpe na hora de assinar o que foi acordado. Esse pedido também foi negado pela Justiça, que entendeu que Zilu não tem provas válidas suficientes que embasassem as acusações. Zilu alega, por exemplo, que a assinatura que está no acordo não é dela. A ação cabe o recurso de apelação, porém, Zilu não pode produzir novas provas no processo.

Procuração da fazenda ‘É o amor’

O terceiro processo que Zilu perdeu é referente à procuração da fazenda É o amor. Segundo o advogado de Zezé, desde 2018, quando foi firmado o acordo entre o cantor e ex-mulher, ela deveria ter passado uma procuração para o sertanejo administrar a fazenda de uma forma isolada.

“Como o Zezé sabe que ela tem uma apego na fazenda, ele nunca exigiu isso dela e os dois continuaram sócios, mesmo ele dando a parte dela. Quando ela ingressou um processo contra ele, ele falou: ‘não vou mais ser bonzinho com ela, vou exigir a procuração’. Quando a gente notificou, pedindo para ela passar a procuração, ela se negou. Entramos na Justiça, que reconheceu o direito de Zezé de administrar a fazenda de forma isolada”, explica o advogado.

Ainda segundo o advogado de Zezé, Zilu teria aberto mão da fazenda na ocasião do acordo: “Ela disse que não queria essa empresa. A fazenda ficou com Zezé, que pegou o valor da fazenda, dividiu no meio, abateu as dívidas e sobrou os R$ 3,6 milhões, que é desse valor que ela recebe R$ 100 mil por mês”.

Bens que Zilu ficou

Entre os bens que ficaram com Zilu durante a partilha de bens estão o apartamento luxuoso que ela está morando atualmente em Miami, nos EUA, uma casa em Alphaville, em São Paulo, os R$ 3,6 milhões (referentes à parte dela da Fazenda É o amor) e alguns outros imóveis em Goiânia. Ela ainda é sócia do ex-marido em algumas empresas.

“Todas essas outras empresas estão no momento de fazer uma dissolução da sociedade, para cada um ficar com os bens na pessoa física e eles não terem mais nenhuma sociedade em comum. O Zezé franquiou para ela escolher quais os bens que ela vai querer, e ela já escolheu, fez uma lista dos apartamentos e terrenos que ela vai querer. Aí acaba tudo”, informa o advogado.

Em nota enviada ao Extra por sua assessoria, Zezé comentou a vitória nas três ações movidas pela ex-mulher: “Não estou comemorando a vitória sobre a minha ex, por quem tenho respeito e com quem tive meus três lindos filhos. Estou feliz pela vitória da Justiça e da verdade que sempre deve prevalecer.”

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Magazine

Tony Ramos anuncia uma nova parceria com Glória Pires na TV
Congresso promulga medida provisória que viabiliza ações emergenciais para o setor cultural
Deixe seu comentário
Pode te interessar