Últimas Notícias > Colunistas > Dinheiro voltando

A tempestade chegou

Ruy Irigaray assumirá a presidência do diretório municipal do PSL e concorrerá à Prefeitura de Porto Alegre. (Foto: Felipe Dalla Valle/Palácio Piratini)

Um Estado que não consegue pagar em dia funcionários e fornecedores de produtos apenas comprova: sua política navegou por longo tempo entre a ineficiência e a fantasia.

Sairiam boas conclusões

A Assembleia Legislativa deveria convidar entidades representativas de Santa Catarina para a realização de um seminário em Porto Alegre com o tema “Por que do outro lado do rio Mampituba dá certo?”.

Falta cobrar mais

Há no país 11 agências reguladoras, criadas para fiscalizar a prestação dos serviços públicos praticados pela iniciativa privada. Na diretorias, misturam-se indicações políticas para acomodar afilhados e medalhões sem conhecimento técnico suficiente. O resultado é que não cumprem plenamente as tarefas e ficam distanciadas da população. Agora, falta criar mais uma: a Agência Nacional de Controle das Agências.

Não ficam ruborizados

A Lei de Responsabilidade Fiscal, em vigor há 19 anos, prevê que estados e municípios serão sujeitos à classificação de risco. Com isso, a obtenção de financiamentos dependeria da ficha cadastral. Porém, como manda a tradição, entrou em ação o velho jeitinho. Para o setor público, quando se trata de autoaplicação da lei, há sempre um jeitinho…

Pronto para corrida

O secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ruy Irigaray, assumirá a presidência do diretório municipal do PSL. O seu plano de concorrer à Prefeitura de Porto Alegre se consolida. Como na eleição do ano passado, contará com o apoio da família Bolsonaro.

Retirada de obstáculo

A medida provisória da Liberdade Econômica, que será votada pelo plenário da Câmara dos Deputados, incluiu artigo para facilitar a abertura e o fechamento de empresas. Atualmente, quem deseja empreender submete-se a uma peregrinação humilhante. Muitos desistem, preferindo a informalidade e deixando de pagar impostos.

Aprofundando o conhecimento

O MDB acorda cedo: às 17h30min de hoje, será assinado termo de cooperação técnica entre a Fundação Ulysses Guimarães e o diretório de São Leopoldo, visando a formação de pré-candidatos. Exemplo para outros partidos.

Vão além

Durante o recesso, as assessorias se esforçam para alimentar os sites dos legislativos com relatórios de realizações. Inclui boa vontade dos profissionais que colhem e redigem, além de doses de imaginação.

Modelo

Entre todos o Estado do Espírito Santo é o que tem o melhor equilíbrio financeiro no país. As contas ajustadas permitirão pagar o salário deste mês no dia 31. O adiamento do 13º salário também ocorre.

Sentido desvirtuado

A revista londrina The Economist, há alguns anos, perguntou: “Como seria a democracia sem partidos políticos?”. Na frase seguinte, respondeu: “É quase impossível imaginar. Em toda a democracia que se preze, o concurso para ganhar a confiança do eleitorado e organizar um governo toma forma através dos partidos políticos. Sem eles, seria difícil para os eleitores saberem o que os candidatos defendem ou pretendem fazer quando eleitos.”

No Brasil, com a proliferação de partidos, o princípio não se aplica tão facilmente.

Na cabeceira da pista

O Programa de Estímulo à Aviação Regional vai decolar: o primeiro vôo da Gol entre Passo Fundo e São Paulo está programado para 11 de agosto.

Tem ou não tem?

Cresce o debate sobre a relação de emprego entre empresas de aplicativos e motoristas. Na Inglaterra, a Justiça reconheceu o vínculo com a concessão de vários direitos previstos na legislação.

Como veem

Em uma roda de amigos, ontem à tarde, críticas aos políticos eram fortes. Um deles resumiu: “O voto é eletrônico, mas muitas escolhas continuam dinossáuricas.”

 

Deixe seu comentário: