Últimas Notícias > Capa – Caderno 1 > Filho de Osama Bin Laden está morto, diz Casa Branca

Cinco mil professores emergenciais serão contratados no RS

(Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

Um regime de urgência foi protocolado pelo governo do Rio Grande do Sul solicitando a autorização para contratar emergencialmente mais 5.020 professores para atuarem na rede pública do Estado. O pedido foi recebido na Assembleia Legislativa. Recente levantamento da Secretaria da Educação apontou déficit de cerca de sete mil professores estaduais.

Para o governo, a justificativa foi a “necessidade inadiável de suprir a rede pública estadual de recursos humanos nos níveis de ensino, disciplinas e municípios onde não houver banco de concursados”. Segundo o texto do projeto, o prazo não será superior ao ano letivo de 2019.

Contratos emergenciais
Em janeiro deste ano, o Legislativo aprovou, a pedido do Executivo, a renovação de mais de 19 mil contratos emergenciais. O novo prazo para desligamento é dezembro deste ano.

O cenário, contabilizando as contratações emergenciais que o governo pretende efetuar, levará, salvo nova renovação contratual, a desligamentos de número superior a 24 mil professores no fim do ano.

Deixe seu comentário: