Terça-feira, 21 de Janeiro de 2020

Porto Alegre
Porto Alegre
27°
Mostly Cloudy

Economia Dólar cai 0,7% e encerra o dia a R$ 4,119; Bolsa tem alta de 0,26%

Dólar atingiu o menor patamar desde 7 de novembro.

Foto: Marcos Santos/USP Imagens
Dólar atingiu o menor patamar desde 7 de novembro. (Foto: Marcos Santos/USP Imagens)

O dólar comercial fechou o dia em desvalorização de 0,7%, a R$ 4,119 na venda, atingindo o menor patamar desde 7 de novembro e retomando a trajetória de queda iniciada na semana passada e interrompida na terça-feira. O Ibovespa, principal índice da Bolsa brasileira, registrou alta de 0,26%, chegando aos 110.963,87 pontos.

No exterior, o índice do dólar, que mede o valor da moeda contra uma cesta de seis rivais, caiu ao menor nível em quatro meses, depois de o chairman do Fed, Jerome Powell, ter dito que seria preciso uma inflação significativa e persistente para juros mais altos.

Taxas mais elevadas nos EUA na comparação a seus pares têm beneficiado o dólar há pelo menos dois anos, uma vez que mantêm o país mais atrativo para investimentos e fluxos em relação a Europa e Japão.

Taxa Selic

Nesta quarta-feira (11), pela quarta vez seguida, o BC (Banco Central) diminuiu os juros básicos da economia. Por unanimidade, o Copom (Comitê de Política Monetária) reduziu a taxa Selic para 4,5% ao ano, com corte de 0,5 ponto percentual. A decisão era esperada pelos analistas financeiros. Com a decisão, a Selic está no menor nível desde o início da série histórica do Banco Central, em 1986.

Voltar Todas de Economia

Compartilhe esta notícia:

Senado aprova transferência de verbas para prefeitos e governadores
Ministério libera R$ 344,3 milhões para concluir 230 mil moradias populares
Deixe seu comentário
Pode te interessar