Últimas Notícias > Atividades Rurais > 6º Epecoop (Encontro de Presidentes e Executivos de Cooperativas) reúne cooperativas para debater a Inovação

Esquema que vendia remédios abortivos pelos Correios é descoberto em Lajeado

(Foto: Reprodução Polícia Civil)

Um esquema que enviava remédios abortivos para todo o Brasil foi descoberto pela Polícia Civil em Lajeado, no Vale do Taquari. Em ação realizada nesta quinta-feira (19), os policiais prenderam uma mulher e apreenderam 320 comprimidos do medicamento.

A investigação foi realizada durante 30 dias pela delegada Caroline Jacobs, da 2ª Delegacia de Investigações do Narcotráfico (2ªDIN) do Departamento Estadual de Investigações do Narcotráfico (Denarc). Ela contou com o apoio dos Correios e da Polícia Civil do Paraná. O delegado Vladimir Urach, diretor do Denarc, diz que já foi comprovado que esse remédio foi enviado para o Estado paranaense. “O Denarc, com apoio da empresa, passou a realizar desde o início do ano um monitoramento de cargas remetidas pelos Correios aqui no Estado”, disse Urach.

O Denarc ainda está apurando quantas remessas eram feitas por dia pela mulher presa (cujo nome não foi divulgado pelo polícia) e para quem foram as remessas. A investigação também tem como objetivo descobrir mais envolvidos no esquema criminoso.

Medicamentos à base de misoprostol – princípio ativo que induz o aborto – foram proibidos de serem comercializados para o público geral desde o fim da década de 1990 pelo Ministério Público. No entanto, os remédios seguem sendo vendidos clandestinamente como forma de abortivos.